Notícias do Mundo Motorizado

Suzuki Swift Van e Swift Bi-Tone como ‘Edição Especial’

Suzuki Swift Van aposta no segmento dos pequenos comerciais

O Novo Suzuki Swift Van marca o regresso da Suzuki ao mercado dos automóveis derivados de turismo em Portugal, terreno onde conta com um excelente passado comercial. A gama divide-se em dois níveis de equipamento – GL+ (3 e 5 portas), GLX (apenas 5 portas) – e aposta em exclusivono novo motor 1.3 DDiS, de baixos consumos (5,0 lts/100 km) e emissões de CO2 (116 g/km).

O Suzuki Swift Van partilha grande parte dos atributos do seu ‘irmão’ de passageiros, apenas se diferenciando na secção traseira, composta por uma área de carga espaçosa e funcional, que oferece um volume total de 641 litros. A variante comercial aposta na economia e baixos custos de manutenção, coadjuvados pela qualidade de serviço da Rede Suzuki, elementos por demais importantes para os ‘budgets’ de gestão de frotas das PMEs e dos empresários em nome individual.

Acrescente-se a excelente oportunidade que este modelo encerra até final do corrente ano, face ao novo enquadramento económico previsto para 2012, que apresenta alterações significativas em matéria de impostos no segmento dos comerciais.

Suzuki Swift Bi-Tone como ‘Edição Especial’

Em complemento às propostas de passageiros, a Cimpomóvel lançou no mercado nacional o Suzuki Swift Bi-Tone, proposta que reforça a imagem do modelo e atinge uma fatia específica do segmento. Esta Edição Especial adopta uma pintura em dois tons, para uma imagem mais irreverente, desportiva e na moda, num ‘look’ simultaneamente ‘retro’ e moderno. A secção superior da viatura (tejadilho, o topo das portas, o ‘spoiler’ traseiro e os retrovisores exteriores) é pintada numa de três cores: Branco Cool, Preto Cosmic ou Vermelho Ablaze, conjugando-se com a palete de 10 cores do modelo. Este opcional Swift Bi-Tone é proposto por um PVP de 450 euros (valor recomendado; IVA 23% incluído), sendo a sua aplicação transversal a toda a gama Swift, independentemente da carroçaria ou do nível de equipamento considerado.