Notícias do Mundo Motorizado

Corre-se em Fronteira

Apesar dos constantes anuncios de crise, o circuito de Fronteira parece estar à margem de qualquer sinal alarmante. A festa continua montada no Alentejo, com o apoio constante do público que não prescinde de passar a noite ao lado de nove dezenas de equipas que teimam em lutar ao longo de 24 horas de competição. Diversas equipas estrangeiras continuam a mostrar a sua competitividade numa prova de resistência que também é uma referência em termos organizativos.

O Caze Buggy da equipa de Laurent Dornel dominava os acontecimentos ao fim de seis horas de corrida, com alguns portugueses bem posicionados, na expectativa de uma resposta ao longo de uma longa e dura noite, que também se espera bastante fria. João Ramos, Manuel Inácio, Carlos Rolla e Jorge Silva foram os primeiros a surpreender com uma Toyota Hilux, enquanto Carlos Sousa incluído na conhecida equipa luso-francesa de Mário Andrade, espreita constantemente a liderança da prova ao volante do Renault Clio Moncé V6.

As 24 Horas Vodafone TT Vila de Fronteira são uma constante caixa de surpresas. Previsões só mesmo na recta final, vivendo-se para já um saudável ambiente de competição, numa despedida de 2011 cheia de vigor, embora também não se consigam fazer apostas em relação ao que poderá chegar no próximo ano. Por Fronteira vive-se com intensidade o espírito do TT, numa prova organizada pelo ACP, mas onde não se esquecem todos aqueles que fizeram desta prova uma verdadeira consagração da modalidade. Para já resiste-se à dureza da prova, ao frio que está para chegar, e até à crise que pode vir a ser ultrapassada, tal como muitas ultapassagens que já se fizeram nas primeiras seis horas de prova.