Notícias do Mundo Motorizado

Novo Ford C-MAX duplica vendas na Europa

Os novos Ford C-MAX e Grand C-MAX tiveram um aumento das vendas em mais de 100 por cento face ao modelo anterior e com uma elevada percentagem de clientes a preferir opções de novas tecnologias.

Mais de 135 mil unidades do novo C-MAX e Grand C-MAX foram vendidas em toda a Europa, desde o seu lançamento no final de 2010. Acumulado a Novembro, a Ford comercializou 118 mil C-MAX, mais do que duplicando as vendas do modelo de há um ano.

Este crescimento de vendas fez a quota de segmento do modelo na Europa passar para os 12,7 por cento (de 6,7 por cento em 2010), com a gama C-MAX a liderar o respectivo segmento em Portugal, Itália, Turquia, Irlanda.

A nível nacional, o aumento das vendas em 2011 mais do que duplicou face a igual período de 2010 (acumulado a Novembro), com a quota de segmento a registar 11,5 por cento, a que corresponde a liderança no ‘ranking’ dos monovolumes em Portugal (de acordo com as mais recentes estatísticas da ACAP).

Roelant de Waard, vice-presidente, Marketing, Vendas e Serviço, Ford Europa, afirmou que “o C-MAX prova que mesmo num mercado extremamente competitivo e numa difícil situação económica, os clientes estão receptivos a novos produtos” e que “a única forma de duplicar as vendas e a quota de segmento num ano é ganhando novos clientes oriundos de marcas da concorrência e é isso que o C-MAX tem vindo a fazer.”

Novos conteúdos atraem Clientes

O Grand C-MAX contribuiu com um terço do volume total de vendas do C-MAX. Este modelo oferece portas laterais de correr, sete lugares e um inovador sistema de acesso aos assentos traseiros, com o banco central da fila intermédia que se pode recolher e arrumar sob o banco lateral, tornando possível a passagem para a terceira fila de bancos através de um corredor central. Mais de 60 por cento dos clientes que compram esta versão são oriundos de outras marcas.

Os clientes apreciam igualmente os conteúdos inteligentes de ajuda ao condutor que são disponibilizados com o C-MAX. Por exemplo, 35 por cento dos clientes escolheram o Sistema de Ajuda ao Estacionamento em paralelo, triplicando as previsões iniciais.

A mais recente introdução das novas versões de baixas emissões de CO2 do C-MAX e Grand C-MAX e que ostentam o ‘badge’ Ford ECOnetic Technology – que emitem 114g/km de CO–, tornaram a gama C-MAX ainda mais apelativa para os clientes que valorizam os baixos consumos de combustível. 

Em 2012, os clientes irão poder optar por versões C-MAX equipadas com o ultra-eficiente motor EcoBoost a gasolina de 1 litro.