Notícias do Mundo Motorizado

RVM: José Pedro Fontes e Inês Ponte terminaram no 2º lugar do CPR e em 5º da Geral

José Pedro Fontes e Inês Ponte

José Pedro Fontes e Inês Ponte terminaram a comemorativa 60ª edição do Rally Vinho da Madeira na 2ª posição do CPR e em 5ª da classificação geral absoluta, depois de um segundo dia em que cumpriram os 126,54 km cronometrados das derradeiras 10 classificativas. Foram, de facto 5 os troços, mas percorridos por duas vezes, em que a dupla tudo fez para recuperar o tempo perdido na véspera e que os afastou da discussão dos lugares da frente da prova.

Aos comandos do C3 R5 do Citroën Vodafone Team, viatura que se comportou impecavelmente ao longo dos mais de 209 km de troços cronometrados, a dupla lusa alcançou um 3º tempo (no CPR, 7º à geral) nos 10,30 km de Câmara de Lobos, para depois, na Ponta do Sol (8,00 km), ser o mais rápido dos concorrentes ao nacional de ralis (5º da geral). Na Ponta do Pargo (10,45 km) e no troço do Rosário (11,37 km) fizeram, em ambos, o 2º melhor tempo do CPR (5º e 4º à geral, respetivamente).

À partida da secção da tarde, composta por esta mesma sequência de troços, a dupla Fontes / Ponte ocupava a 2ª posição do CPR, a 44,3 segundos dos líderes, enquanto à geral ocupavam o 5º lugar, a pouco mais de 23 segundos do 4º classificado. No caminho até ao pódio final, montado na Avenida do Mar, no Funchal, a dupla garantiu um 2º melhor tempo no troço de abertura das hostilidades à tarde (5º da geral), a que se seguiram 3 melhores tempos, tudo em termos de CPR. Já no último troço, o C3 R5 com o nº 8 nas portas foi mesmo o mais rápido em termos absolutos, depois de ter garantido o 3º melhor crono nos dois anteriores.

“Naturalmente que não era este o resultado que pretendíamos, mas foi o possível em face do muito tempo perdido ontem, num único troço. De qualquer modo voltámos a comprovar – tal como tínhamos feito em Castelo Branco – que temos andamento em pisos de asfalto para nos batermos de igual para igual com os nossos adversários e que o nosso C3 R5 é um excelente aliado para isso. Vamos agora trabalhar para estarmos na máxima forma no Rali Terras d’Aboboreira, em setembro, de modo a oferecer uma vitória aos nossos patrocinadores e aos nossos fãs, não só os muitos que nos incentivaram aqui na Madeira, como os que habitualmente nos seguem nas restantes provas”, referiu Fontes à chegada ao pódio.

“Deixo os parabéns aos vencedores, do CPR e em termos absolutos, e à organização por, uma vez mais, ter colocado no terreno uma excelente prova, celebrando este ano o 60º aniversário do Rali Vinho da Madeira, que foi acompanhado por uma moldura humana impressionante”, acrescentou.

Com este 2º lugar em termos de CPR, José Pedro Fontes e Inês Pontes somam os correspondentes 20 pontos para o campeonato, acrescendo um proporcional de 1,58 pontos, fruto dos melhores tempos registados em 6 das 19 especiais madeirenses. Fontes sobe, assim, duas posições na tabelas de Pilotos e a sua navegadora galga três lugares na de Navegadores, passando ambos a ocupar o 5º lugar, quando estão por disputar 3 ralis até final da temporada. Seguem-se, assim, o Rali Terras d’Aboboreira (de 6 a 8 de setembro), o Rali Vidreiro (de 4 a 6 de outubro) e, a fechar o ano, o Rali Casinos do Algarve (de 1 a 3 de novembro), todos eles em pisos de asfalto.

RALI VINHO DA MADEIRA 2019 – CLASSIFICAÇÕES FINAIS (provisórias)

Campeonato de Portugal de Ralis:

1º Bruno Magalhães / Hugo Magalhães (Hyundai), 2h13m47,4s

2º Citroën Vodafone Team – José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën C3 R5), a 34,3s

3º Armindo Araújo / Luis Ramalho (Hyundai), a 1m57,3s

4º Miguel Barbosa / Jorge Carvalho (Skoda), a 2m20,6s

5º Pedro Meireles / Miguel Castro (VW), a 2m52,9s

Geral Absoluta:

1º Alexandre Camacho / Pedro Calado (Skoda), 2h12m39,1s

2º José Maria Lopez / Borja Rosada (Citroën C3 R5), a 40,3s

3º Bruno Magalhães / Hugo Magalhães (Hyundai), a 1m08,3s

4º Miguel Nunes / João Paulo (Hyundai), a 1m26,2s

5º Citroën Vodafone Team – José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën C3 R5), a 1m42,6s