Notícias do Mundo Motorizado

Volkswagen Brasil desenvolve o seu primeiro veículo para o mercado internacional

O modelo conhecido como “New Urban Coupé” foi 100% projetado e desenvolvido no Brasil.

Pela primeira vez, a Volkswagen Brasil está a desenvolver um veículo baseado na plataforma  MQB, o modelo também será produzido posteriormente na Europa e vendido em outros mercados internacionais. A Volkswagen está a fortalecer o significado econômico da Volkswagen  Brasil com a regionalização do mercado sul-americano. Até 2020, a investirá aproximadamente 1,5 bilhões de euros no Brasil no desenvolvimento de novos produtos, digitalização e inovações tecnológicas.

Ralf Brandstätter, diretor de operações da Volkswagen disse: “A internacionalização da Volkswagen começou há 60 anos com a construção da fábrica em Anchieta, Brasil. A América do Sul tem sido um mercado importante para a Volkswagen desde então. Estamos a fortalecer a nossa estratégia de regionalização com esses investimentos. ”

Entre 2016 e 2020, a Volkswagen investirá aproximadamente 1,5 bilhões de euros no Brasil no desenvolvimento de novos produtos, digitalização e inovações tecnológicas. Com esses investimentos, a empresa está a fortalecer o desenvolvimento de produtos locais para clientes na América do Sul em particular, mas também para todo o mundo.

Isso baseia-se num programa de reestruturação introduzido pela Volkswagen para apoiar oportunidades de negócios no mercado sul-americano. Sob a sua estratégia de regionalização, a empresa lançou uma ofensiva de produtos com 20 novos modelos para o Brasil como o principal mercado da região.

Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen Latin America, disse: “Pela primeira na nossa história, ofereceremos o nosso próprio conceito de veículo no mercado internacional e compartilharemos design, tecnologia e know-how do Brasil com o mundo. . ”

O veículo baseado na plataforma  MQB será projetado e desenvolvido no Brasil. Conhecido como o “New Urban Coupé”, combina desportividade com uma alta posição motriz. A estreia mundial está prevista para a primavera de 2020. A produção começará na fábrica de Anchieta no mesmo ano e o veículo também será construído na Europa a partir de 2021.