Notícias do Mundo Motorizado

Rali das Camélias: Ricardo Sousa cumpre objectivo…

O Rali das Camélias continua a alimentar o sonho de todos os participantes. Revestido de contornos únicos, as “Camélias” como é normalmente designado consegue o consenso de opiniões sobre a beleza das estradas que percorre. A Prolama voltou a marcar presença com duas equipas e conseguiu cumprir o objectivo de terminar com os dois carros. Ricardo Sousa levou o 208 R2 até ao 3º lugar da categoria P1 onde estavam integrados os Peugeot da Copa Ibérica, e Rui Sousa conseguiu terminar entre os dez primeiros da classe X1.

Para Ricardo Sousa / Nuno Ribeiro esta participação era a oportunidade para continuar a desenvolver mecanismos que possam ser úteis no futuro, e esse objectivo foi totalmente conseguido, com a dupla da Prolama a terminar no 3º lugar entre os Peugeot 208 e no 11º lugar da geral. Naturalmente satisfeito, Ricardo Sousa descrevia assim o seu Rali: “…o balanço só pode ser positivo. Pilotamos em troços fantásticos e cheios de história, e em condições climatéricas muito traiçoeiras, pelo que não podíamos cometer erros para chegar o mais longe possível aproveitando para nos divertirmos. A escolha de pneus não foi a mais acertada e tivemos de sobreviver a essa condicionante, mas foi um enorme prazer competir com o meu Pai e o Carlos e sentir o bom ambiente que caracteriza este rali. Um obrigado especial ao Nuno Ribeiro que voltou a estar ao meu lado, a todos os nossos Patrocinadores e à nossa Equipa Técnica que se dedica muito para que possamos estar à partida sempre nas melhores condições…” concluiu.

Rui Sousa termina rali difícil

Rui Sousa / Carlos Silva, terminaram pelo segundo ano Rali, lutando contra todas as adversidades com a determinação que lhes é reconhecida. Com uma aposta errada na escolha dos pneus que utilizaram, foram cumprindo as especiais sem sobressaltos e assim terminaram no 8º lugar ca categoria X1, levando o pequeno Peugeot 206 até ao parque fechado em Mafra; “…foi um rali muito duro e desgastante mas estamos naturalmente contentes por terminar mais esta experiência fora da nossa zona de conforto. Os troços estavam muito escorregadios e o desafio passava por não comprometer o carro e terminar o rali. O Ricardo e o Nuno Ribeiro fizeram também uma boa operação e a Prolama está orgulhosa do trabalho de toda a Equipa.  Eu e o Carlos encerramos aqui a comemoração de 25 anos de trabalho conjunto na competição, mas sentimos que ainda temos vontade de fazer mais alguma coisa neste meio, e este tipo de iniciativa encaixa perfeitamente no tipo de experiências que podemos vir a fazer no futuro…” referiu Rui Sousa no final.