Notícias do Mundo Motorizado

Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro vitoriosos na estreia do CHALLENGE R2 & YOU 2020

Aos comandos do 208 R2 nº 19, Daniel Nunes e Nuno Mota Ribeiro garantiram aquela que ficou para os anais dos ralis como a primeira vitória de sempre do CHALLENGE R2 & YOU 2020, a nova copa organizada pela Sports & You e integrada no CPR 2020, com o apoio da FPAK.

A este primeiro pódio de consagração subiram, também, Rúben Rodrigues e Estevão Cardoso, num 2º lugar que lhes caiu ao colo no penúltimo troço, vendo-se seguidos pelos espanhóis Delbin García / Cándido Carrera.

Num rali muito disputado, em que as diferenças de tempos nunca permitiram antecipar um vaticínio de vitória, também a equipa Pedro Almeida / Hugo Magalhães correu pelo 1º lugar, com reais pretensões ao mesmo, embora, no final, se vissem obrigados a abandonar na penúltima especial da prova.

Regressado de um ano de 2019 de má memória, o piloto Daniel Nunes assumiu aquela máxima de que “quem sabe nunca esquece” e, acompanhado de Nuno Mota Ribeiro a cantar-lhe as notas, levou de vencida a primeira prova do CHALLENGE R2 & YOU 2020, copa monomarca estreada no âmbito do Rallye Serras de Fafe e Felgueiras, uma organização da Demoporto.

Palco de várias batalhas pelos melhores tempos e, consequentemente, pelo primeiro lugar, aquela dupla bateu-se quase taco a taco com Pedro Almeida / Hugo Magalhães, até ao ponto em que estes capitularam na penúltima especial, devido a problemas mecânicos. Como exemplo das acesas batalhas que se expressaram nos 13 troços deste primeiro rali da temporada, servindo de barómetro para os restantes 5 ralis do calendário, outras duplas se entregaram a lutas ao segundo pelos melhores resultados, num plantel de 8 equipas que se apresentaram à partida.

 “Estou naturalmente muito satisfeito com esta vitória, que premeia todo o esforço que a equipa Inside Motor fez para que estivéssemos hoje aqui, no topo do pódio. Obtê-la num rali muito disputado e difícil como este, em que tudo funcionou na perfeição é o prémio justo para todos nós”, começou referiu Daniel Nunes, o primeiro vencedor de sempre de um rali pontuável para o CHALLENGE R2 & YOU 2020, a nova competição da Sports & You para o Campeonato de Portugal de Ralis deste ano, iniciativa que conta com o apoio da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), com base no pequeno e competitivo Peugeot 208 R2.

“Temos, este ano, um CPR espectacular, penso que o mais forte de sempre, com muitos e bons pilotos, e isso dá-me um enorme alento de ir cada vez mais além. Por isso, ataquei ao máximo, nunca baixando os braços, mesmo depois de na 8ª especial, já a acusar algum cansaço, ter dado um pequeno toque que abriu um pouco a direcção. Mas algo me dizia ‘tens que dar a vitória a esta malta’ pelo que depois da equipa ter posto tudo no devido lugar, fui em busca desse objectivo, Nem as dificuldades atmosféricas do último troço, onde apanhámos muito nevoeiro, me limitaram. Conseguimos!”, acrescentou.

1ª Etapa: A mostrar que quem sabe nunca esquece!

Na estrada desde a tarde de sexta-feira, cedo se viu que o regressado Daniel Nunes em nada perdeu capacidades, assinando, de rajada, os melhores cronos nas duas passagens pelos 16,42 km do troço Aboim/Monte. Este ano navegado por Nuno Mota Ribeiro, atingiu a Fafe Street Stage com uma vantagem confortável sobre os seus mais directos adversários, troço espectáculo de 1,67 km onde a dupla mais rápida do CHALLENGE R2 & YOU seria Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso.

Somados os tempos destas 3 especiais, Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro ocupavam o 1º lugar provisório, com 10,8 segundos de vantagem sobre Pedro Almeida / Hugo Magalhães e 36,4 segundos sobre os espanhóis Delbin García / Cándido Carrera. Atrás surgiam Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso em luta directa com Ricardo Sousa / Luis Marques, numa batalha seguida à distância por Ricardo Costa / Paulo Marques, já afectados com alguns problemas mecânicos na sua máquina. Bem mais longe, devido a um percalço logo na ES1, estava o 208 R2 de Sérgio Brás / Nuno R. Silva, enquanto da lista de abandonos era inaugurada pelos italianos Enrico Oldrati / Elia de Guio.

2ª Etapa (manhã): Duas duplas com pretensões de vitória

Já para hoje (sábado), a 2ª Etapa iniciava-se com 3 troços – Montim (8,83 km), Seixoso (7,98 km) e Santa Quitéria (9,26 Km) – a percorrer por duas vezes pelos pilotos do novo CHALLENGE R2 & YOU. Se no primeiro deles, a dupla Pedro Almeida / Hugo Magalhães demonstrou estar disposta a começar a recuperar o atraso da véspera, nos restantes dois troços Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro cortavam-lhes essa vontade, ao registarem os melhores tempos, repondo, assim, a sua vantagem na casa dos 10 segundos. Atrás deles, a batalha pelo 3º lugar opunha Delbin García / Cándido Carrera a Ricardo Costa / Paulo Marques, com trocas de posição, duplas que terminariam essa secção por esta ordem e separados por apenas 4 décimos de segundos. Entre o restante plantel de 208 R2 pouco havia a assinalar, a não ser o regresso, em Rally2, dos italianos Enrico Oldrati / Elia de Guio, que ainda fizeram o 4º melhor tempo na primeira especial do dia, para logo depois ficarem, de novo, pelo caminho, situação também vivida pela dupla Ricardo Costa / Paulo Marques, desistente no último troço da secção.

Na segunda volta por estas mesmas 3 especiais, a tendência alterar-se-ia, com Pedro Almeida / Hugo Magalhães a baterem Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro em todos os troços: recuperaram 5,1 segundos no primeiro, depois mais 3,6 segundos e, finalmente, 5,1 segundos adicionais, num conjunto de resultados que elevou a dupla do 208 R2 nº 15 ao 1º lugar provisório, 3,5 segundos à frente dos até aqui líderes. A mais de 1 minuto estavam Ricardo Sousa / Luis Marques, em discussão serrada pelo 3º lugar com Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso, separando-os apenas 1,2 segundos. Os espanhóis Delbin García / Cándido Carrera perdiam, assim, duas posições e Sérgio Brás / Nuno R. Silva eram os 6ºs entre o plantel dos 208 R2 do CHALLENGE R2 & YOU.

2ª Etapa (tarde): E tudo se definiu na segunda passagem por Lameirinha

Tudo se haveria de decidir na tarde de hoje, nos mais míticos troços da ‘Catedral de Fafe’, especiais que invariavelmente se encheram de público, com os 11,94 km de Lameirinha e os 11,21 km de Luilhas/Guilhofrei a contarem com uma enorme moldura humana, à semelhança, aliás, de todo o restante este Rallye Serras de Fafe e Felgueiras 2020, na partida, nos troços, no parque de assistência e no pódio final. Em termos competitivos, esta quente batalha pela vitória prolongou-se mesmo até aos quilómetros finais, incluindo um inesperado volte face.

Na primeira passagem por Lameirinha, Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro ganharam 11,8 segundos aos seus adversários, regressando, assim, à liderança, reforçando-a com 2,2 segundos adicionais no troço seguinte, Luilhas/Guilhofrei 1. Nesta última especial assistiu-se à inversão de posições entre Ricardo Sousa / Luis Marques e Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso, com estes a alcançarem, provisoriamente, o último lugar do pódio, posição que ficou presa por 7 décimos de segundo.

Ou seja, todo o posicionamento final dos lugares do pódio se decidiria na ronda final por estes mesmos dois troços. Só que, em Lameirinha 2, quando nada o fazia esperar, Pedro Almeida / Hugo Magalhães viam os seus esforços ruir por completo, quando uma avaria mecânica os colocou fora de prova, deixando espaço para que Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro pudessem enfrentar, com muito menor pressão, a última especial da prova, já que Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso estavam a mais de minuto e meio de distância. Esta ES12 foi, aliás, madrasta para outra dupla do CHALLENGE R2 & YOU pois Ricardo Sousa / Luis Marques perderam muito tempo e, com isso, a hipótese de subir ao pódio.

Faltava cumprir a última especial deste rali, que foi bem difícil de completar, devido ao muito nevoeiro, ficando, uma vez mais, o melhor tempo para Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro, dupla que somou 8 melhores tempos nas 13 especiais da prova. As restantes vitórias em troços ficaram para Pedro Almeida / Hugo Magalhães (4) e Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso (1).

Completados os 132,95 km cronometrados desta jornada inaugural do CHALLENGE R2 & YOU 2020, abre-se o respectivo palmarés com a vitória da dupla Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro, o 2º lugar de Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso e o 3º posto dos espanhóis Delbin García / Cándido Carrera, numa classificação que se completa com mais duas equipas. Em complemento, o espanhol garantiu aqui o troféu de melhor Júnior e a Inside Motor o galardão de Equipas.

Rallye Serras de Fafe e Felgueiras

Classificação Geral do CHALLENGE R2 & YOU (provisória)

1º Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro (Inside Motor), 1h 49m 29,1s – 25 pontos

2º Rúben Rodrigues / Estevão Cardoso (PT Racing), a 1m 57,2s – 20 pontos

3º Delbin García* / Cándido Carrera, a 3m 18,7s – 17 pontos

4º Ricardo Sousa* / Luis Marques (Prolama), a 8m 22,8s – 14 pontos

5º Sérgio Brás / Nuno R. Silva (Inside Motor), a 21m 29,4s – 12 pontos

Abandonos: Enrico Oldrati* / Elia de Guio (The Racing Factory), após ES1 e depois, regressando em Rally2, após ES4; Ricardo Costa* / Paulo Marques, na ES6; Pedro Almeida* / Hugo Magalhães (The Racing Factory), na ES12; todos com problemas mecânicos.

Todos em Peugeot 208 R2 (Grupo RC4)

* Piloto Júnior