Notícias do Mundo Motorizado

Miguel Nunes na frente do Rali Vinho da Madeira

Líder desde o primeiro troço, Miguel Nunes, em Skoda Fabia R5, fechou o primeiro dia do Rali Vinho da Madeira 2020 na frente da classificação geral. O piloto madeirense, que venceu cinco das oito especiais da etapa, tem uma vantagem de nove segundos sobre Pedro Paixão, e 10,2 segundos sobre Alexandre Camacho que completa um pódio exclusivamente madeirense.

Nunes entrou em grande plano nesta edição ao estabelecer a melhor marca nas primeiras quatro classificativas. Só depois da pausa para almoço é que viu a concorrência marcar território. Primeiro, foi Bruno Magalhães. Depois, Pedro Paixão. A seguir, Alexandre Camacho. No derradeiro troço, voltou a impor-se para fechar o dia na frente, embora com uma vantagem muito pequena e que não permite uma grande gestão durante o dia de amanhã.

Nas contas do Campeonato de Portugal de Ralis, Bruno Magalhães, que é quarto na classificação absoluta, é o melhor. O piloto do Hyundai está à frente de José Pedro Fontes, sétimo na geral, e Armindo Araújo, oitavo na classificação absoluta. O campeão nacional, Ricardo Teodósio, é nono na geral e quarto na classificação do CPR.

Entre Magalhães e Fontes estão, ainda, Jose Maria Lopez e João Silva. Pedro Meireles, em Volkswagen Polo R5, é décimo e Filipe Freitas comanda a classificação dos GT.

Amanhã realizam-se mais oito especiais para se saber quem será o vencedor da edição de 2020 do Rali Vinho da Madeira.