Notícias do Mundo Motorizado

Novo Panamera alcança recorde no Nürburgring Nordschleife

A Porsche demonstra o potencial de performance do novo Panamera mesmo antes da sua estreia mundial: num automóvel de produção ligeiramente camuflado, o piloto de testes, Lars Kern, completou uma volta ao lendário Nürburgring Nordschleife, numa distância de 20.832 quilómetros, em exatamente 7:29.81 minutos. Na classificação oficial do Nürburgring GmbH, este tempo, certificado por um notário, significa um novo recorde na categoria de “automóveis executivos”.

“Os aperfeiçoamentos realizados no chassis e conjunto motriz do novo Panamera foram sempre evidentes durante esta volta, naquele que é reconhecido como o circuito mais exigente do mundo,” afirma Kern. “Particularmente nas secções Hatzenbach, Bergwerk ou Kesselchen, a nova definição do sistema eletromecânico de estabilização é consistentemente efetiva e oferece ao Panamera uma estabilidade incrível apesar do piso acidentado do circuito. Na Schwedenkreuz, o Panamera beneficiou do aprimorado comportamento dinâmico e do aumento da aderência dos novos pneus desportivos da Michelin. Alcancei velocidades de passagem em curva que nunca pensei serem possíveis com o Panamera.”

Aperfeiçoamentos ainda maiores em conforto e caráter desportivo

“O Panamera sempre foi uma berlina exclusiva e, ao mesmo tempo, um verdadeiro automóvel desportivo. No novo modelo, ainda aprimorámos mais isto,” afirma Thomas Friemuth, Vice-Presidente da gama Panamera. “A par com o aumento da potência dos motores, foram feitos melhoramentos em áreas como a estabilidade em curva, o controlo da carroçaria e a precisão da direção. Estes aperfeiçoamentos beneficiam tanto o conforto como a performance. O recorde na volta é uma prova impressionante disto.”

Com uma temperatura ambiente de 22 graus Celsius e de 34 graus Celsius na pista, Lars Kern iniciou a volta às 13:49 horas do dia 24 de julho de 2020 e cruzou a linha da meta 7:29.81 minutos depois. O Panamera que estabeleceu o recorde estava equipado com bancos de competição e célula de segurança para proteção do piloto. O notário confirmou também o estatuto de produção em série da camuflada berlina de quarto portas, que irá fazer a sua estreia mundial no final de agosto. Os pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, especialmente desenvolvidos para o Panamera e utilizados para a volta recorde, vão estar disponíveis em opção depois do lançamento no mercado.

Cerca de 13 segundos mais rápido que o seu antecessor

A volta recorde sublinha os vastos aperfeiçoamentos realizados na segunda geração do Panamera. Em 2016, Lars Kern já tinha completado o circuito na região de Eifel com um tempo de 7:38.46 minutos ao volante de um Panamera Turbo com uma potência de 550 cv – este tempo foi alcançado na habitual distância utilizada naquela época para estas tentativas, ao longo de 20,6 quilómetros. Por outras palavras, sem a secção de 200 metros do circuito mais longo. De acordo com os novos estatutos da Nürburgring GmbH, o tempo da volta foi agora registado ao longo de todo o Nordschleife numa distância de 20.832 km. Para comparação: Lars Kern e o novo Panamera passaram a marca dos 20.6 km aos 7:25.04 minutos. Juntos, conseguiram agora ser 13 segundos mais rápidos do que há quatro anos.