Notícias do Mundo Motorizado

Novo Mercedes-Benz Classe S

O novo Classe S pode ser encomendado a partir de meados de setembro de 2020 e estará disponível nos concessionários em dezembro de 2020. O lançamento de mercado nos EUA e na China irá ocorrer em fevereiro de 2021.

O novo Mercedes-Benz Classe S tornou-se mais inteligente em muitos domínios e a experiência de condução atinge novos patamares. As inovações no campo digital como no MBUX (Mercedes-Benz User Experience) combinam com as inovações que aumentam o prazer de condução, tornando ao mesmo tempo a condução ainda mais segura. Entre estas, destacam-se a direção do eixo traseiro com um elevado ângulo de viragem e as inovações de segurança como o airbag traseiro. Com uma nova função do sistema PRE-SAFE® Impulse Side, a suspensão ativa E-ACTIVE BODY CONTROL pode elevar a carroçaria do veículo (em ambos os lados) imediatamente antes de uma iminente colisão lateral. Os sistemas de assistência são mais um passo rumo à condução autónoma. Graças à melhoria dos sensores de deteção das condições circundantes ao veículo, por exemplo, os sistemas de estacionamento fornecem ao condutor uma ainda melhor assistência aquando das manobras a baixa velocidade. A integração no MBUX significa que o nível de visualização entrou agora numa nova dimensão.

Durante mais de 100 anos: a marcante classe de luxo da marca Mercedes-Benz

O Classe S é a peça central da marca e representa o fascínio da Mercedes-Benz: a engenharia lendária e uma herança de fabrico especializado combinam com as modernas inovações no domínio digital. O Classe S combina a inteligência artificial com a experiência obtida ao longo dos 135 anos da engenharia automóvel. Há cerca de 70 anos, a Mercedes-Benz criou as bases desta série de modelos com o 220. Desde o seu lançamento de mercado em 1951, foram vendidas mais de 4 milhões de unidades Classe S limousine a clientes em todo o mundo. A designação “Classe S” foi oficialmente introduzida no mercado com a série 116 em 1972. Nos últimos 10 anos, o Classe S tem sido particularmente popular na China, nos EUA, Coreia do Sul e na Alemanha. Em suma, desde o lançamento da geração que se encontra agora em fim de ciclo, foram vendidas mais de 500,000 unidades do Classe S.

MBUX: uma nova dimensão na personalização e interação

Nenhuma outra inovação nos últimos anos mudou tão radicalmente a forma de operar um modelo Mercedes-Benz como o MBUX (Mercedes-Benz User Experience). A segunda geração deste sistema com capacidade de aprendizagem será agora lançada no novo Classe S. O interior do veículo é ainda mais digital e inteligente, pois quer o hardware quer o software foram objeto de grandes avanços: os ecrãs brilhantes em até cinco monitores de grandes dimensões, alguns dos quais com tecnologia OLED, permitem controlar ainda mais facilmente o veículo e as funções de conforto equipadas. As possibilidades de personalização e operação intuitiva foram extremamente alargadas. Estas aplicam-se certamente aos ocupantes traseiros, mas também ao condutor. Por exemplo, o novo ecrã 3D do condutor permite pela primeira vez uma visualização espacial com o simples pressionar de um botão. É obtido um efeito tridimensional sem a utilização de óculos 3D.

Como equipamento opcional, estão disponíveis dois diferentes ecrãs head-up (HUDs). O HUD de maiores dimensões fornece conteúdos de realidade aumentada. Durante a navegação, por exemplo, as setas de bifurcação animadas são virtual e precisamente projetadas na faixa de rodagem. Para as funções de assistência, é apresentada, por exemplo, a informação do Active Distance Assist. A imagem surge virtualmente a uma distância de 10 metros. A área do ecrã corresponde à de um monitor com uma largura diagonal de 77 polegadas.

O assistente de voz “Olá Mercedes” tem agora capacidades de aprendizagem e de diálogo ainda mais elevadas através da ativação dos serviços online na Mercedes me App. Adicionalmente, certas ações, como o atendimento de uma chamada telefónica, podem ser realizadas mesmo sem a palavra-chave de ativação “Olá Mercedes”. O assistente de voz “Olá Mercedes” agora explica as funções do veículo e responde a questões de conhecimento geral. No Classe S, o assistente de voz também pode ser controlado a partir do compartimento traseiro.

Utilizando câmaras interiores e algoritmos de aprendizagem, o MBUX Interior Assist reconhece e antecipa as pretensões e intenções dos ocupantes. Isto é realizado através da interpretação da direção da cabeça, dos movimentos das mãos e da linguagem corporal, respondendo com as correspondentes funções do veículo. Além do maior conforto de operação, o MBUX Interior Assist melhora a segurança. Até antes do início de uma viagem, o sistema notifica o condutor, por exemplo, se a câmara tiver detetado uma cadeira de crianças no banco do passageiro dianteiro sem o cinto de segurança colocado.

Com a função MBUX Smart Home, o Classe S agora também se tornou um centro de controlo da residência, pois as residências de muitas pessoas estão a tornar-se cada vez mais inteligentes. A inteligência móvel assegura o máximo conforto de operação à distância. Uma rede WLAN e sensores permitem que uma residência tenha capacidade de comunicar: a temperatura, a iluminação, as cortinas e os aparelhos elétricos podem ser remotamente monitorizados e controlados. Sensores de movimento e interruptores fim-de-curso nas janelas informam o utilizador sobre possíveis intrusos ou quaisquer movimentações de pessoas nas suas residências.

O conceito dimensional e o design interior: ambiente generoso com uma natureza semelhante à de uma sala de estar

O Classe S foi sempre um modelo confortável para viajar e trabalhar tranquilamente. Com a nova geração, o interior evoluiu totalmente para um conceito de “terceira casa”, um refúgio entre a residência e o local de trabalho. Praticamente todas as dimensões relacionadas com o conforto de ambas as versões, o Classe S versão standard e versão longa, foram melhoradas nos compartimentos dianteiro e traseiro. A sensação de espaço é correspondentemente generosa.

Dimensões mais importantes:

Classe S com … … distância entre eixos standard Modelo antecessor Diferença … distância entre eixos longa Modelo antecessor Diferença
Dimensões exteriores (mm)            
Comprimento 5179 5125 +54 5289 5255 +34
Largura 1.954/1.921[1] 1899 +55/+221 1954/19211 1899 +55/+221
Largura incluindo os espelhos exteriores 2109 2130 -21 2109 2130 -21
Altura 1503 1493 +10 1503 1491 +12
Distância entre eixos 3106 3035 +71 3216 3165 +51
Eixo dianteiro 1660 1624 +36 1660 1624 +36
Eixo traseiro 1688 1637 +51 1688 1637 +51
Dimensões interiores (mm)            
Altura máxima para a cabeça, dianteiro 1070 1069 +1 1070 1069 +1
Altura para a cabeça, traseiro[2] 974/1.003 958/995 +16/+8 974/1.003 958/995 +16/+8
Espaço para as pernas, dianteiro 1051 1051 0 1051 1051 0
Espaço para as pernas, traseiro 1004 963 +41 1115 1091 +24
Largura para os cotovelos, dianteiro 1592 1554 +38 1592 1554 +38
Espaço para os cotovelos, traseiro 1583 1560 +23 1572 1561 +11
Espaço para os ombros, dianteiro 1516 1516 0 1516 1516 0
Espaço para os ombros, traseiro 1469 1499 -30 1469 1501 -32
Capacidade da bagageira[3] (l) 550 530 +20 550 530 +20

A desejada harmonia entre os luxos digital e analógico resulta num revolucionário design do interior, incluindo as associações à arquitetura de interiores e a elementos de design de iates. O visual esculpido do tablier, a consola central e o apoio de braços aparentam flutuar numa paisagem interior em expansão. A redução sistemática do número de botões de controlo salienta a aparência minimalista do interior. Uma fina divisão entre a secção superior do tablier e o elemento de revestimento de grandes dimensões confere estrutura à respetiva zona e cria amplitude horizontal.

Juntamente com os cinco ecrãs, os destaques incluem as elevadas dimensões do revestimento no tablier e no compartimento do banco traseiro (na variante Bancos de Conforto). Estes circundam os passageiros e são um sistemático desenvolvimento adicional do efeito de envolvência. Uma versão particularmente atrativa do revestimento é o folheado de madeira porosa atravessado por incrustações de alumínio que acompanham os contornos. Os novos elementos de design incluem as quatro saídas de ventilação centrais, planas e quadrangulares com lamelas horizontais. As duas saídas de ventilação laterais, verticais e compactas, dispostas em cada lado, complementam as extremidades do tablier.

O ecrã do condutor e o ecrã multimédia oferecem uma plena experiência visual. A aparência dos ecrãs pode ser personalizada com uma seleção de quatro estilos de indicação (Discreet, Sporty, Exclusive e Classic) e três modos (Navigation, Assistance e Service).

Bancos: plenos de tecnologia moderna para um excecional conforto em viagens de longa distância

Os bancos convidam literalmente os ocupantes a sentar e a relaxar. O tema de design fluido e tridimensional transmite uma impressão de luminosidade. Até 19 servomotores nos bancos dianteiros permitem uma acomodação confortável – um número que indica a complexidade da tecnologia instalada nos bancos. No entanto o conforto dos mesmos ainda não é suficiente: os bancos também desempenham um papel importante no que diz respeito à segurança. E, naturalmente, no que diz respeito ao bem-estar luxuoso: todos os bancos disponíveis no Classe S incorporam o selo de certificação da campanha Healthy Seating.

Estão disponíveis 10 diferentes programas de massagem no novo Classe S. Estes utilizam os servomotores de vibração e podem aumentar o efeito de uma massagem relaxante com tratamento de calor através do princípio da pedra quente. Para esta finalidade, o aquecimento do banco é combinado com as câmaras de ar nos bancos multicontorno ativos. As câmaras de ar estão agora mais próximas da superfície do banco e, portanto, permitem sentir ainda mais o efeito e uma maior facilidade de controlo.

Cinco diferentes versões do banco traseiro possibilitam configurar o compartimento traseiro do Classe S como uma zona de trabalho ou de repouso. Uma nova característica é a almofada adicional aquecível no apoio de cabeça, que está disponível para os dois bancos traseiros com regulação elétrica. A regulação longitudinal e o ângulo de inclinação do banco do passageiro dianteiro na configuração chauffeur e ainda o banco inclinável atrás do mesmo também foram melhorados.

Os programas ENERGIZING Comfort: viagens confortáveis e manutenção da condição física

Com o simples pressionar de um botão ou através de um comando de voz, a abrangente abordagem “Fit & Healthy” do sistema ENERGIZING Comfort fornece uma experiência tangível dos diferentes sistemas de conforto no Classe S e inclui programas que combinam os sistemas em mundos de experiência. Ao mesmo tempo, o sistema cria uma atmosfera apropriada no interior – por exemplo, revigorante no caso de viagens monótonas, ou relaxante em viagens com elevado stress. O ENERGIZING COACH até sugere um adequado programa de revitalização ou bem-estar com base nos dados do veículo e da viagem. Também considera a informação sobre a qualidade do sono e o nível de stress no seu algoritmo inteligente se o condutor estiver a utilizar um aparelho pessoal apropriado.

A Mercedes-Benz melhorou fundamentalmente o sistema de controlo de conforto ENERGIZING no novo Classe S. Foram integradas inovações tais como uma massagem baseada nos servomotores de vibração na almofada do assento do banco e a transmissão de ressonância pelo sistema de som surround Burmester® high-end
4D. Esta solução torna os tons graves percetíveis. A reprodução direta da ressonância do som nos bancos acrescenta outro nível à experiência de audição tridimensional – o som 4D inspirado pela massagem acústica. A perceção da intensidade do som pode ser ajustada individualmente em cada banco. A música torna-se ainda mais emocional graças a esta solução tangível.

Condução autónoma e sistemas de assistência à condução: um nível de assistência ainda superior ao condutor

O escritório residencial brevemente será móvel – incluindo para as pessoas ao volante. Pelo menos se conduzirem um veículo da marca da estrela: a Mercedes-Benz pretende implementar a realização técnica e a operação segura de um Classe S em modo automático parcial e para cumprir exatamente os requisitos legais do que é conhecido como um sistema Nível 3[4]. Prevê-se que a partir do segundo semestre de 2021, o Classe S possa ser conduzido em modo autónomo condicionado com o novo DRIVE PILOT, em situações onde a densidade do trânsito seja elevada ou em caudas de filas de trânsito, em troços de autoestrada apropriados na Alemanha. Ao reduzir o esforço despendido pelo condutor, este sistema permite que o condutor realize outras atividades durante as viagens[5] como, por exemplo, navegar na internet ou tratar de emails no In-Car Office.

No novo Classe S, a Mercedes-Benz deu mais um passo rumo à sua visão de uma condução sem acidentes. O condutor é assistido através de inúmeros ou alargados sistemas de assistência à condução. Sofre, portanto, um menor cansaço em situações de condução do dia-a-dia e pode desfrutar de uma condução mais confortável e segura. Em situações de perigo, os sistemas de assistência podem responder perante colisões iminentes se a situação o exigir. O princípio de funcionamento dos sistemas é apresentado através de um novo conceito de indicação no ecrã do condutor.

Graças à melhoria dos sensores de deteção das condições circundantes ao veículo, os sistemas de estacionamento fornecem ao condutor uma ainda melhor assistência aquando das manobras a baixa velocidade. A operação é mais rápida e mais intuitiva graças à integração no MBUX. A opcional direção do eixo traseiro está integrada nos assistentes de estacionamento, com a adaptação adequada do cálculo das trajetórias. As funções de travagem de emergência servem também para proteger os outros utentes da estrada.

O condutor pode estacionar e remover o veículo do lugar de estacionamento através do smartphone com o assistente remoto de estacionamento. A operação foi significativamente simplificada. Se o veículo estiver equipado com a pré-instalação do INTELLIGENT PARK PILOT, o Classe S está preparado para o sistema Automated Valet Parking (AVP, SAE Nível 4). Em conjunto com o necessário equipamento opcional e o correspondente serviço Connect (em função do país a que se destina o veículo), o novo Classe S tem a tecnologia de bordo para entrar e sair de parques de estacionamento multipiso, equipados com infraestrutura AVP, de um modo extremamente automatizado e sem um condutor, desde que o código de estrada do país em questão permita tal operação.

Sistemas de suspensão: mais capacidade de manobra e dinamismo com a direção do eixo traseiro

Os inovadores sistemas de suspensão asseguram uma impressionante experiência de viagem no novo Classe S. A direção do eixo traseiro (opcional) com um ângulo da direção de até 10° melhora a capacidade de manobra em áreas urbanas ao nível de um modelo compacto. Mesmo no Classe S versão longa e com tração integral, o diâmetro de viragem foi reduzido em 1.9 metros para um valor inferior a 10.9 metros.

O opcional sistema de suspensão totalmente ativa E-ACTIVE BODY CONTROL com sistema elétrico de 48 V oferece uma combinação exclusiva de conforto com agilidade, acrescida ainda da proteção adicional na eventualidade de uma colisão lateral. A suspensão pneumática AIRMATIC com amortecimento de ajuste contínuo ADS+ é um equipamento de série. A estreita comunicação entre todos os sistemas de suspensão e de controlo assegura as máximas estabilidade e segurança. A Mercedes-Benz acrescentou agora uma nova função do sistema PRE-SAFE® Impulse Side às suas medidas na fase pré acidente: na eventualidade de uma iminente colisão lateral, a carroçaria do veículo pode ser elevada em até 80 mm pela suspensão E-ACTIVE BODY CONTROL em apenas alguns décimos de segundo. Esta função permite reduzir as cargas aplicadas às estruturas da porta, pois a embaladeira da porta tem uma maior capacidade de absorção da energia do impacto graças à sua posição mais elevada. Como resultado, é possível reduzir a deformação do habitáculo e as cargas que atuam nos ocupantes. Os sensores de radar são utilizados na deteção de uma potencial colisão lateral.

Design exterior: proporções perfeitas para uma aparência clássica

Com uma curta projeção dianteira, uma longa distância entre eixos e uma projeção traseira equilibrada, o Classe S foi concebido como uma limousine clássica com proporções perfeitas. A elevada largura dos eixos e as rodas instaladas à face com design moderno conferem ao veículo um visual musculado. As designadas linhas características foram significativamente reduzidas nas laterais. As superfícies inteligentemente arredondadas com um visual escultural criam efeitos de luz especiais. A secção dianteira impressiona com a sua imponente grelha do radiador.

Os faróis caracterizam a aparência da secção dianteira do modelo. Integram a assinatura luminosa das luzes diurnas de três pontos, que é uma característica do Classe S, mas no novo modelo são mais planas e ligeiramente mais pequenas. Os manípulos das portas instalados à face (equipamento opcional) são um desenvolvimento totalmente novo. São eletricamente extensíveis quando o condutor se aproxima do veículo, ou a superfície exterior dos manípulos das portas é suavizada. O acesso sem-chave é fornecido pelo sistema KEYLESS-GO.

Graças às características interiores precisamente desenhadas e rigorosamente detalhadas e a certas funções animadas, as luzes traseiras contribuem para a perceção de elevada qualidade e tornam o novo Classe S inconfundível quer quando observado durante o dia quer durante a noite.

As luzes: com inovadora tecnologia digital quer no interior quer no exterior

O opcional sistema DIGITAL LIGHT será pela primeira vez produzido em série na Mercedes-Benz. Este sistema possibilita funcionalidades de assistência totalmente novas[6]:

  • Aviso sobre a deteção de obras na estrada através da projeção de um símbolo de escavadora na superfície da estrada.
  • Orientação de um projetor de luz como forma de aviso na direção de pedestres detetados na berma da estrada.
  • Semáforos, sinais de stop ou sinais de proibição são destacados através da projeção de um símbolo de aviso na superfície da estrada.
  • Assistência em faixas de rodagem estreitas (obras na estrada) através da projeção de linhas de orientação na superfície da estrada.

Em cada farol, o sistema DIGITAL LIGHT integra um módulo de iluminação com três LEDs de elevada potência, cuja luz é refratada e direcionada por 1.3 milhões de mico espelhos. A resolução total é, portanto, superior a 2.6 milhões de pixéis. Isto permite uma distribuição de luz extremamente rigorosa. O sistema torna o rigor do Assistente de Luzes de Máximos mais de 100 vezes superior ao de uma luz de 84 pixéis, excluindo os veículos que circulam no sentido inverso ou os sinais de trânsito do feixe de luz. As graduações da luz/sombra e a distribuição da luz de todas as outras funções de iluminação adaptativa também são concretizadas com um rigor significativamente mais elevado, otimizando a iluminação através das luzes de nevoeiro, luzes de autoestrada ou luzes de médios.

Graças à tecnologia LED, o novo Classe S também deu mais um passo em frente no que diz respeito à iluminação interior: pela primeira vez, a Mercedes-Benz criou agora a iluminação interior interativa. A iluminação ambiente ativa (equipamento opcional) está agora integrada nos sistemas de assistência à condução e pode reforçar visualmente os alertas. Desta forma permite também que os sistemas de conforto possam atuar em conformidade. Isto aplica-se ao sistema de ar condicionado ou ao assistente de voz “Olá Mercedes”.

Aerodinâmica: extensas simulações de escoamento do ar na fase inicial do desenvolvimento

Com um coeficiente aerodinâmico (Cd) de 0.22,[7] o Classe S é um dos modelos mais aerodinâmicos do mundo, especialmente no segmento de limousines de luxo. Embora a área frontal projetada (A) do novo Classe S tenha aumentado ligeiramente para 2.5 metros quadrados, o coeficiente aerodinâmico foi ainda mais reduzido comparativamente ao do modelo antecessor. O produto do coeficiente aerodinâmico (Cd) pela área (A) é de 0.56 metros quadrados, sendo 200 cm2 inferior ao do modelo antecessor após o último facelift. As medidas ao nível da aerodinâmica que afetam a carroçaria, o chassis e os componentes desmontáveis permitiram bons resultados quer nos ensaios em túnel de vento quer em condições reais. As extensas simulações de escoamento de ar já tinham sido realizadas utilizando computadores de elevada capacidade durante a fase inicial do desenvolvimento.

O Classe S também foi sujeito a melhorias adicionais ao nível da aeroacústica. A anterior geração já apresentava um excelente desempenho com um nível de ruído interior extremamente baixo. No novo modelo, o interior é ainda mais silencioso. A elevada rigidez da carroçaria fornece a base para os excecionais baixos níveis de ruído e de vibração, sendo estes resultados obtidos através de uma rigorosa afinação. Por exemplo, as aberturas para os passa fios no painel corta-fogo possuem dupla vedação. Para atingir um som de motor que seja percetível como refinado e não incomodativo no interior, o isolamento do painel corta-fogo foi estendido até às secções dos pilares A e à área do piso. Pela primeira vez, a Mercedes-Benz também utiliza espuma acústica em certas secções da carroçaria.

Cadeia cinemática: mais eletrificação, mais eficiência

Motores a gasolina e Diesel de seis cilindros em linha disponíveis em vários níveis de potência são as primeiras variantes de motor do novo Classe S.

Brevemente após o lançamento do modelo estará disponível um motor V8 com motor de arranque/alternador integrado (ISG) e sistema elétrica de bordo de 48 V. Posteriormente, em 2021, será lançada uma versão híbrida plug-in com uma autonomia em modo elétrico de cerca de 100 km.

A gama de modelos no lançamento do Classe S

    S 450 4MATIC S 500 4MATIC S 350 d S 350 d 4MATIC S 400 d 4MATIC
Caixa de velocidades automática 9G-TRONIC
Motor (série, número de cilindros, disposição) M 256, 6 em linha OM 656, 6 em linha
Cilindrada cc 2999 2999 2925 2925 2925
Potência kW/CV 270/367 320/435 210/286 210/286 243/330
às rpm 5500-6100 5900-6100 3400-4600 3400-4600 3600-4200
Potência suplementar com EQ Boost kW/CV 16/22 16/22
Binário máximo Nm 500 520 600 600 700
às rpm 1600-4500 1800-5,500 1200-3200 1200-3200 1200-3200
Binário suplementar com EQ Boost Nm 250 250
Consumo de combustível em ciclo combinado[8] WLTP l/100 km 9.5-7.8 (9.4-7.8) 9.5-8.0 (9.4-8.0) 7.7-6.4 (7.7-6.4) 8.0-6.6 (7.9-6.5) 8.0-6.7 (7.9-6.7)
Emissões de CO2 em ciclo combinado3 WLTP g/km 215-178 (213-177) 216-181 (214-181) 204-169 (201-168) 211-172 (209-171) 211-175 (209-175)
Aceleração 0-100 km/h s 5,1 4,9 6,4 6,2 5,4
Velocidade máxima km/h 250 250 250 250 250

Carroçaria do veículo e proteção contra acidentes: novos airbags frontais para os passageiros traseiros

O design inteligente da carroçaria e as inovações nos sistemas de retenção confirmam a posição de liderança do Classe S no que diz respeito à segurança passiva. A nova carroçaria híbrida com uma percentagem de utilização de alumínio superior a 50 % cumpre vários requisitos: um elevado nível de segurança contra colisões, o menor peso e uma elevada rigidez da carroçaria asseguram excecionais características de comportamento acompanhadas por excelentes níveis de conforto no que diz respeito a ruído e vibração.

Em 2019, no Experimental Safety Vehicle ESF 2019, a Mercedes-Benz apresentou ideias nas quais os especialistas de segurança da empresa estão a trabalhar. Entre as mais de 20 inovações encontravam-se os desenvolvimentos aproximados da produção em série como o airbag traseiro, que agora se torna disponível como equipamento opcional no Classe S. O airbag frontal do banco traseiro é acionado de forma particularmente suave graças à sua inovadora construção, constituída por uma estrutura tubular. Na eventualidade de uma severa colisão frontal, o airbag traseiro pode reduzir significativamente as cargas que atuam na cabeça e no pescoço dos ocupantes dos bancos laterais traseiros com os cintos de segurança colocados.

Na eventualidade de um impacto lateral severo, em função da direção e da severidade do impacto e da ocupação do banco dianteiro, o novo airbag central posiciona-se entre os bancos do condutor e do passageiro dianteiro, reduzindo o risco de contacto entre as suas cabeças. Está integrado no encosto do banco do condutor no lado central do veículo.

 

Sustentabilidade: desenvolvimento ambientalmente sustentável

O Classe S integra mais de 98 kg de componentes fabricados com materiais que permitem preservar os recursos naturais do planeta. A quantidade de componentes que incluem materiais recicláveis é agora de 120 – mais do dobro dos utilizados no modelo antecessor. Cerca de 40 kg do peso total corresponde a matérias-primas de fontes renováveis. O processo do desenvolvimento ambientalmente sustentável com objetivos específicos é firmemente incorporado no processo geral de desenvolvimento. Os fatores ambientais já são considerados na fase de conceção.

Agora é utilizado um novo fio de tecelagem reciclado na produção dos revestimentos do piso. Este fio – com a denominação comercial Econyl® – é constituído por nylon reciclado. É fabricado através da reciclagem de resíduos de nylon que se destinavam a aterros, que tinham origem, por exemplo, nas redes de pesca e restos de tecido provenientes de fábricas de carpetes. Estes são recolhidos e transformados em fio novo e apresentam as mesmas propriedades do nylon obtido a partir de novas matérias-primas. O processo de reciclagem utilizado na produção de fio permite reduzir as emissões de CO2 comparativamente à produção de fio novo.


[1] Com manípulos salientes/manípulos embutidos das portas

[2] Com/sem teto panorâmico

[3] A capacidade da bagageira será reduzida no caso de seleção de determinados equipamentos opcionais (por ex. caixa frigorífica, banco inclinável) e na versão híbrida plug-in.

[4] A norma SAE Nível 3: a função de condução autónoma assume certas tarefas de condução. Contudo, ainda continua a necessitar de um condutor. O condutor deve estar permanentemente preparado para assumir o controlo quando for solicitado pelo veículo para intervir.

[5] As atividades secundárias do condutor legalmente permitidas dependem do código de estrada do país em questão.

[6] Devido ao código de estrada, a disponibilidade e as funções destas novas funcionalidades de assistência poderá ser restringida em função do mercado a que se destina o modelo.

[7] As melhores prestações no programa da transmissão SPORT+

[8] Os valores declarados foram determinados de acordo com o método de cálculo prescrito. Estes são os valores “WLTP de emissões de CO₂” de acordo com o Nº 3 do Artigo 2 do Regulamento de Implementação (UE) 2017/1153. Os valores do consumo de combustível foram calculados com base nestes valores.