Notícias do Mundo Motorizado

João Ramos é o vencedor da Baja TT do Pinhal

Na retoma do todo-o-terreno, João Ramos foi o piloto que mais se destacou. O piloto da Toyota Hilux, navegado por Vítor Jesus, venceu a Baja TT do Pinhal e obteve a pontuação máxima pois conseguiu, além do triunfo absoluto, ser o mais rápido nos dois sectores selectivos da competição organizada pela Escuderia Castelo Branco. Miguel Barbosa terminou em segundo lugar, enquanto o campeão nacional em título, Tiago Reis, fechou o pódio.

João Ramos confirmou a supremacia evidenciada no primeiro dia com a vitória no final da Baja TT do Pinhal. Depois de ter sido o mais rápido na etapa inaugural, o portuense tinha um desafio suplementar para o segundo dia de competição: abrir a pista. O facto de sair à frente dos adversários podia, em teoria, penalizá-lo, mas isso não se verificou. Ramos passou no primeiro controlo de passagem com o segundo melhor tempo no sector, atrás de Miguel Barbosa. Mas a diferença era de apenas um segundo. No controlo seguinte, já estava na frente e, a partir daí, aumentou a diferença para concluir os quase 300 quilómetros de prova com uma vantagem de 3m09s sobre Miguel Barbosa. Com este resultado, Ramos repete o triunfo de 2018.

“Foi uma prova extremamente dura. Muito enrolada, como é característico deste local. Pelo traçado ser tão enrolado, o roadbook é um trabalho incrível que o navegador faz. Parabéns à organização por todos os esforços e nós também estamos de parabéns”, salientou João Ramos mal terminou o último sector selectivo.

O primeiro a dar os parabéns aos vencedores foi Miguel Barbosa, que faz um balanço positivo da sua participação na Baja TT do Pinhal. O piloto da Toyota Hilux não esconde que queria vencer, mas realça os pontos conquistados. “Correu bem. Terminámos em segundo lugar, conseguimos pontos importantes para o campeonato. Temos de fazer as provas todas até ao fim porque não fomos a Beja. Com a proximidade entre provas, era importante pontuar aqui. Obviamente que gostaríamos de ter ganho, mas parabéns aos vencedores que fizeram uma grande prova”, afirmou Miguel Barbosa.

A prova, que contou com o apoio dos municípios de Proença-a-Nova, Sertã e Vila Velha de Ródão, voltou a ficar marcada pelos percursos exigentes e desafiantes que colocaram pilotos e máquinas à prova. Que o diga o vencedor da edição de 2019, Nuno Matos, que, desta vez, não foi além do sétimo lugar. Já o campeão nacional, Tiago Reis, repetiu o terceiro lugar do ano passado a pouco menos de oito minutos do vencedor.

Na categoria T2, João Ferreira recuperou terreno e chamou a si a vitória na Baja TT do Pinhal. No início da segunda etapa, o piloto do Nissan Pathfinder estava em desvantagem e Georgino Pedroso entrava em acção para defender a liderança. Os dois protagonizaram um duelo intenso, com algumas trocas de posições. Mas, no final, foi Ferreira quem levou a melhor.

Entre os T8, José Mendes foi o último a rir. O piloto da Mitsubishi L200 partiu para a derradeira etapa a mais de oito minutos do líder, Michael Braun, mas adoptou um ritmo constante e regular para assumir a liderança quando o adversário do Porsche Cayenne ficou de fora de prova. Destaque final para José Marrazes que, ao volante de um Nissan D21, acabou no primeiro lugar da Taça de Portugal de TT.