| | | | | | | | |   

Rali Serras de Fafe: Ricardo Moura dominante

14 March , 2015

O Campeonato Nacional de Ralis não podia ter começado da melhor forma. Um cenário fabuloso, um público vibrante e troços carismáticos foram condimentos que temperaram uma prova com excelente lista de inscritos. O campeonato de ralis de 2015 parece que vai prometer, com um importante naipe de pilotos determinados a disputar a vitória. Em Fafe Ricardo Moura e António Costa, com um Ford Fiesta R5, foram os grandes vencedores, dominando por completo a prova minhota desde o primeiro ao último troço. Os únicos líderes do Rali Serras de Fafe terminaram com 25.3 segundos de vantagem para Miguel Campos e Carlos Magalhães que se estrearam ao volante de um Peugeot 208 T16. No último lugar do pódio ficou ou Fiesta R5, o de João Barros e Jorge Henriques, mas já a 1m20.5 dos vencedores.

A prova organizada pelo Demo Porto contava com importante lote de carros ganhadores que prometem vir a animar o panorama dos ralis durante todo o ano. A estreia do DS3 R5 entregue a José Pedro Fontes e Miguel Ramalho criou algumas expectativas, mas problemas na direção assistida do carro francês, logo a partir da 3ª especial de classificação, determinou um resultado muito aquém do que era esperado. Fontes terminou no 7º lugar a 5m12.8 de Ricardo Moura. Se o tricampeão nacional de ralis (2011, 2012 e 2013) regressou em grande, após um ano para esquecer, o campeão nacional de 2014, Pedro Meireles, tentou defender o título ainda com um Skoda Fabia S2000, o que se mostrou insuficiente perante os superiores argumentos da nova geração R5. Meireles foi o 4º classificado a 3m17.6 de Moura, esperando ansiosamente pelo Fabia R5.  O clã Meireles ficou enriquecido em Fafe com a presença de Paulo Meireles, que participou com um Ford Fiesta R5, acabando no entanto no 6º lugar final.

Entre um valoroso lote de carros ganhadores ficaram Adruzilo Lopes e Vasco Ferreira, que fizeram verdadeiros milagres aos comandos de um Subaru Impreza do agrupamento de Prodição. Adruzilo venceu a sua categoria, rolou ao nível dos melhores, terminando na 5ª posição a 3m42.5 dos vencedores, mais parecendo que também tripulava um carro com rótulo ganhador.

Ricardo Moura conquistou a sua primeira vitória em Fafe, dando também ao seu Ford Fiesta R5 a primeira vitória numa prova do campeonato nacional, mostrando que podem contar com um excelente conjunto bem apoiada na estrutura da ARC Sport para lutar pela reconquista do título. E se Miguel Campos foi o grande opositor de Ricardo Moura, muito se deverá esperar ainda de Pedro Meireles, José Pedro Fontes e João Barros, pilotos que deverão ficar ainda mais empolgados para demonstrar resultados, já no Rali Cidade de Guimarães, que se disputa daqui a três semanas. Joaquim Alves que obteve o 8º lugar em Fafe e Carlos Martins que abandonou demasiado cedo, são mais dois pilotos (Skoda Fabia S2000), que vão enriquecer as listas de participantes no nacional de ralis de 2015.

E se Adruzilo Lopes dominou completamente à vontade o velho Grupo N, João Ruivo foi o triunfador entre os carros de duas rodas motrizes, levando o Renault Clio R3 à vitória na categoria e ao 9º lugar da geral. O “top ten” do Rali Serras de Fafe fechou com um nome carismático. Max Vatanen levou o Ford Fiesta RC4 à 10ª posição, mostrando que filho de piloto também sabe conduzir.

Ricardo Moura e António Costa foram os grandes triunfadores em Fafe, prometendo que irão lutar pela reconquista do título, já na cidade berço de Guimarães a 10 e 11 de abril.


por:

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Redes Sociais

Parceiros




Grupo PressXL

 
 
 

WebLinks