| | | | | | | | |   

Desafio Total/Mazda: Nas seis Bajas do Nacional de TT 2018

9 February , 2018

Ultimam-se os preparativos para aquela que será a 11ª temporada do Desafio Total/Mazda, numa entrada na segunda década que se inicia com uma novidade de monta: serão seis as provas e todas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2018. O anúncio oficial foi feito no evento realizado hoje, dia 8 de Fevereiro, na Fábrica de Braço de Prata, na zona oriental Lisboa, palco onde também se fez o balanço da temporada finda e se entregaram os troféus aos seus vencedores e demais participantes.

Iniciativa única no panorama do todo-o-terreno nacional, o Desafio Total Mazda proporcionou, ao longo dos seus primeiros 10 anos de vida, um crescente grau de competitividade e interessantes lutas no seio do seu pelotão e até, por diversas vezes, na luta pelos melhores lugares à geral. Mas, se até aqui o alinhamento do calendário se dividia entre algumas das provas do Nacional de TT e o encerramento se fez invariavelmente nas 24 Horas Vila de Fronteira, desta feita a aposta da organização irá recair na totalidade das 6 bajas que compõem o campeonato de 2018, organizado pela FPAK – Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

“Mantendo-se como iniciativa sem paralelo no panorama do todo-o-terreno nacional, o Desafio Total Mazda tem proporcionando, ao longo dos anos, um crescente grau de competitividade e interessantes lutas no seio do seu pelotão e até, por diversas vezes, em termos de geral das provas que integra”, refere José Santos, responsável da Mazda Motor de Portugal por esta competição. “Cumprida que está a primeira década, decidimos redefinir a sua estrutura, passando este ano a abranger as 6 provas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Naturalmente que isso significa abdicar de Fronteira, prova por quem continuaremos a ter um grande carinho, aproveitando, por isso, para agradecer a todos os elementos, da organização e fora dela, por todo o apoio que nos deram ao longo destes 10 anos,” acrescenta.

Percorrendo parte significativa do território continental, o Desafio Total/Mazda 2018 iniciar-se-á, assim, na envolvente de Castelo Branco, em meados de Março, com a Baja TT do Pinhal, rumando-se um mês depois ao Algarve, para a Baja TT de Loulé. A primeira visita ao Alentejo far-se-á na Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, a que se segue uma viagem para norte, para a Baja TT GAS, a disputar na região de Gondomar. Após o interregno de Verão, a temporada prossegue na Baja TT de Idanha-a-Nova, desenhada na região com o mesmo nome, alcançando-se – pelo menos assim se espera – a hora de todas as decisões na 32ª Baja Portalegre 500, evento histórico que se disputa no último fim-de-semana de Outubro, nos conhecidos estradões e montes do interior alentejano.

Acrescente-se a manutenção do alto patrocínio da Total e das parcerias com a EuropAssistance e a Avivar, numa iniciativa que continua a promover a disciplina do todo-o-terreno em solo nacional, para a qual o Desafio tem contribuído de forma indelével ao longo da última década.

Regulamento já aprovado pela FPAK

Integrada num Regulamento já aprovado pela FPAK, a nova estrutura do Desafio Total/Mazda 2018 irá permitir que, pela primeira vez na sua história, Pilotos e Navegadores contem com o mesmo número de provas pontuáveis. Tendo que estar inscritos no Desafio e participar num mínimo de 4 das 6 provas para poderem lutar e reclamar os respectivos títulos, terão pela frente o seguinte Calendário: 

Prova Organizador
Baja TT do Pinhal Escuderia Castelo Branco
Baja TT de Loulé Clube Automóvel do Algarve
Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal S. A. Reguenguense
Baja TT GAS Gondomar Automóvel Sport
Baja TT de Idanha-a-Nova Escuderia Castelo Branco
Baja TT Portalegre 500 ACP Motorsport

 Aos comandos dos Mazda Proto, dotados de um kit de carroçaria que lhes dá a silhueta do SUV Mazda CX-5, os inscritos irão lutar pelas melhores Pontuações atribuídas ao top 10 de cada Baja TT. Serão, respectivamente, 25, 18 e 15 pontos para os Pilotos e Navegadores que ocuparem os lugares do pódio no final de cada uma das 6 jornadas, sendo distribuídos aos restantes 12, 10, 8, 6, 4, 2 e 1 pontos, pela sua ordem de classificação. Como Pontuações Extra será atribuído 1 ponto à dupla mais rápida em cada Prólogo e também 1 ponto às duplas que estabelecerem os melhores tempos em cada uma das diferentes Especiais (SS) que vierem a compor as estruturas das diferentes provas do calendário 2018.

Para 2018, o Pacote de Prémios mantém-se inalterado, distribuindo-se um total de 53.500 euros pelos Pilotos. Serão 6.000 euros em jogo em cada Baja TT, com 1.500 euros para o vencedor, 1.250 para o 2º classificado e 1.000 para o 3º, dividindo-se o restante montante até ao 8º classificado. No final do Desafio 2018, os cinco mais pontuados têm acesso a um pecúlio adicional: o ‘Campeão’ recebe um cheque de 6.500 euros, o 2º classificado outro de 5.000 euros e o 3º um de 3.000 euros. Os 4º e 5º do ranking fibal recebem 1.750 e 1.250 euros, respectivamente.

Para além das taças entregues a todos os pilotos e navegadores classificados, por prova e no evento de consagração, a organização mantém a atribuição dos denominados “Prémios Prestigio”, que premeiam o “Melhor Concessionário Mazda” e o “Melhor Preparador”, ambos inerentes à equipa que vier a sagrar-se vencedora.


por:

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Redes Sociais

Parceiros




Grupo PressXL

 
 
 

WebLinks