| | | | | | | | |   

Rali Vinho Madeira uma prova sempre apetecível

31 July , 2018

Umas das referências dos ralis de asfalto no panorama europeu, é sem dúvida o Rali Vinho Madeira, que já foi palco dos mais altos duelos entre uma elite de pilotos internacionais, que faziam questão de visitar a ilha da Madeira, não só pela conquista de pontos para os respetivos campeonatos, mas também porque as especificidades dos troços de asfalto madeirenses serviam para efetuar testes importantes aos carros que por lá passavam, mas também como uma verdadeira “escola de condução” desportiva, para quem pretendia evoluir na competição em asfalto.

Hoje, apesar de irem faltando nomes sonantes dos ralis europeus, apostados num calendário do ERC que não contempla a Madeira, a prova insular não deixa de ser apelativa para a esmagadora maioria dos pilotos que competem no Campeonato de Portugal de Ralis. Este ano, um nome sonante que já escreveu histórias de vitórias douradas no livro de honra do Rali Vinho Madeira por 4 vezes, é Giandomenico Basso que regressa a um dos seus ralis preferidos, para tripular o Hyundai i20 R5 do Campeão de Portugal de Ralis. Carlos Vieira, em franca recuperação do grave acidente sofrido este ano no Rali Vidreiro, está orgulhoso por entregar o seu carro a Basso, um piloto que admira bastante, e que irá seguramente lutar pela vitória.

O Team Hyundai Portugal vai assim poder contar com o piloto italiano ao volante de um dos seus carros, para além de Armindo Araújo, atual líder do CPR 2018, ser um dos favoritos à vitória, também ao volante de um Hyundai i20 R5. Mas se Armindo e Basso são sem dúvida dois favoritos ao triunfo deste ano, existem três brilhantes pilotos locais, sempre apostados numa vitória à geral na sua prova preferida. Alexandre Camacho num Skoda Fabia R5, João Silva e Miguel Nunes, ambos em Citroen DS3 R5, são sempre nomes apontados a um triunfo no Rali Vinho Madeira.

Mas o pelotão nacional que se desloca até à Pérola do Atlântico tem muito mais candidatos aos lugares da frente, para além de contas especificas para o CPR. Em seis provas disputadas este ano, Armindo Araújo triunfou em três, Ricardo Moura (ausente na Madeira) em duas e Ricardo Teodósio na última disputada em Castelo Branco. O piloto algarvio, que conta com o apoio técnico da ARC Sport, tem vindo a evoluir, de prova para prova, com o Skoda Fabia R5, sendo atualmente o 2º classificado no Campeonato de Portugal de Ralis. Teodósio não deixa de ser um sério candidato a um triunfo na Madeira, pelos menos para as contas nacionais.

E se Armindo Araújo e Ricardo Teodósio são fortes candidatos, o que dizer de um lote fabuloso composto por Miguel Barbosa, Pedro Meireles, José Pedro Fontes ou João Barros. O duelo promete no asfalto muito técnico da Madeira, com uma dezena de candidatos a garantirem lutar pela vitória, aquecendo um ambiente sempre muito especial, composto por um público extraordinário, que nunca deixa de apoiar o seu Rali Vinho Madeira.

Texto | António Xavier

Foto | Albano Loureiro


por:

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Redes Sociais

Parceiros




Grupo PressXL

 
 
 

WebLinks