| | | | | | | | |   

Citroën Vodafone Team de novo com a dupla José Pedro Fontes/Inês Ponte

15 February , 2019

O Citroën Vodafone Team está de regresso ao Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) numa aposta que volta a recair em José Pedro Fontes/Inês Ponte, dupla que se tem preparado afincadamente para abraçar uma temporada em que, por um lado, pretende retomar o caminho das vitórias, e, por outro, revalidar os títulos que, em conjunto alcançaram em 2016. Coloca-se, assim, um ponto final no interregno a que a navegadora se viu obrigada a fazer devido a acidente, numa prolongada ausência. Regressa à bacquet ao lado do Vice-Campeão do CPR 2018, estreando-se no novo Citroën C3 R5 do Citroën Vodafone Team.

Em vésperas da primeira prova do ano, o Rallye Serras de Fafe (de 21 a 23 de fevereiro), nos icónicos troços daquela região, José Pedro Fontes refere: “É com enorme alegria que anunciamos o nosso regresso ao CPR como dupla oficial do Citroën Vodafone Team. Depois deste longo intervalo que a Inês foi obrigada a fazer, para lhe garantir uma total recuperação, seguindo à risca as instruções das equipas médicas, estão agora reunidas as condições para que possamos, em conjunto, voltar a lutar pelas vitórias nos diferentes ralis deste ano.”

“Apostando no nosso novo C3 R5, carro com que o Citroën Vodafone Team já conquistou algumas vitórias em 2018, o nosso principal objetivo consiste, naturalmente, em garantir novas vitórias em 2019 e, com isso, a revalidação dos títulos de Pilotos e Navegadores que, em conjunto, alcançámos em 2016, e que se juntou ao título de 2015 que conquistei com o Miguel Ramalho. Para o efeito, temos vindo a realizar vários testes, de modo a que possamos alcançar, já em Fafe, um bom resultado,” acrescentou Fontes.

“Gostaria de destacar o excelente momento de forma do nosso C3 R5, a mais recente criação do Departamento de Competição Cliente da Citroën Racing, entidade que nos tem apoiado a 100%, nomeadamente com a disponibilização gradual das mais recentes evoluções que o modelo tem tido, algumas delas já estreadas em Monte-Carlo,” acrescentou o piloto, reforçando que “com esta conjugação de fatores, penso estarmos na posse dos elementos necessários para que possamos dar à Citroën Vodafone Team e aos nossos habituais patrocinadores – Milaneza, ExpressGlass, Total e Pirelli, para além, claro está, da Vodafone e da Citroën – não só o retorno desta sua renovada e já longa aposta, como também as alegrias dos festejos decorrentes dos bons resultados. Estamos cientes da evolução do parque dos ralis nacionais, nomeadamente ao nível da categoria R5 onde nos inserimos, com um conjunto de equipas muito competitivas e bem preparadas, mas tal apenas nos dará mais alento para atingir os nossos objetivos.”

Em termos de preparação, o novo C3 R5 conta com o know-how especializado dos técnicos da Sports & You, “um conjunto de elementos altamente profissionais e apaixonados que, nos bastidores, em cada rali e também muito fora deles, leva a cabo um trabalho fantástico, determinante para que tenhamos o nosso carro competitivo e sempre a 100%, contribuindo, sem sombra de dúvida, para os excelentes resultados que temos alcançado ao longo dos últimos anos no CPR e fora dele.”

Para além do envolvimento direto da Citroën e da Vodafone, como patrocinador principal, mantêm-se como parceiros deste projeto de ralis as marcas Milaneza, ExpressGlass, Pirelli e Total.

 

O C3 R5 DO CITROËN VODAFONE TEAM

Integrando já algumas evoluções do seu processo de desenvolvimento, o C3 R5 do Citroën Vodafone Team está apto a enfrentar os diferentes desafios do CPR 2019, estrutura uma vez mais composta por ralis de resistência em pisos de terra, mais e menos demolidores, e eventos tipo sprint, igualmente exigentes em diferentes tipos de alcatrão.

Recorde-se que se saldou por uma vitória a estreia do chassis do C3 R5 pertença do Citroën Vodafone Team em solo luso em 2018, fruto de um saboroso 1º lugar, alcançado por José Pedro Fontes/Paulo Babo no Rali de Amarante Baião, isto depois da utilização de outras unidades cedidas pela Citroën Racing (Rali de Portugal e Rali de Castelo Branco). Conjugado com outro 1º lugar – o C3 R5 foi o melhor entre as equipas inscritas no CPR no Rali Vinho Madeira 2018 – aquela vitória absoluta em Amarante premiou a dedicação de todos os elementos da equipa, num resultado que foi então dedicado a Inês Ponte, a navegadora a quem José Pedro Fontes se volta a associar este ano e com quem dividiu o título de Campeão Nacional de Ralis em 2016.

Este novo C3 R5 tem, entretanto, vindo a ser alvo de diferentes sessões de testes, não só em Portugal, como também em Espanha, incluindo uma incursão da Sports & You ao RACC Catalunya/Rally de España 2019, numa exigente prova em que foram recolhidos importantes dados e informações que, uma vez conjugados com as informações da própria Citroën Racing, têm permitido melhorar aquele que já é visto como um dos melhores “R5” do mundo dos ralis.

Sendo um produto da divisão de Competição Cliente da Citroën, 2018 foi o verdadeiro ano de arranque competitivo da versão “R5” do musculado citadino compacto da Citroën, proposta que tem vindo a ser desenvolvida entre os grandes, na categoria WRC2, de suporte ao WRC, com padrões mais elevados do que nunca, fruto do envolvimento de diversos construtores de renome, para além de diferentes campeonatos regionais FIA (ERC e MERC) e no vasto conjunto de campeonatos nacionais, como é o caso do CPR, pelas mãos do Citroën Vodafone Team.

De acordo com a regulamentação “R5”, a nova coqueluche do double chevron para os campeonatos de ralis de índole regional integra um motor turbo de injeção direta de 1.6 litros, de 280 cv, associado a uma caixa de velocidades sequencial, contando com tração às quatro rodas e suspensões McPherson, entre outras características.

 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DO C3 R5 (Grupo RC2)

CHASSIS

Estrutura:                           Chassis reforçado com roll cage soldada em múltiplos pontos

Carroçaria:                        Aço e fibra compósita

MOTOR

Tipo:                                   Citroën Racing – 1,6 litros com turbo, injeção direta, com restritor FIA de 32 mm

Diâmetro x Curso:             77 x 85,8 mm

Cilindrada:                         1.598 cc

Potência / binário máximos: 282 cv às 5.000 rpm / 420 Nm às 4.000 rpm

Potência Específica:           178 cv/l

Distribuição:                      Dupla árvore de cames à cabeça comandada por corrente, 4 válvulas por cilindro

Injeção de combustível:    Injeção direta controlada por uma unidade SRG Magneti Marelli

EMBRAIAGEM

Tipo:                                   Duplo disco de cerâmica/metálica

TRANSMISSÃO

Tipo:                                   4 rodas motrizes

Caixa de velocidades:        Sadev, sequencial de 5 velocidades, controlo manual

Diferencial:                        Mecânico à frente e atrás, bloqueio automático

TRAVÕES

Frente/Atrás:                     Discos ventilados de 355 mm (alcatrão) e 300 mm (terra), pistões de 4 pinças Alcon

Travão de mão:                 Controlo hidráulico

SUSPENSÃO

Tipo:                                   McPherson

Amortecedores:                REIGER, ajustáveis de 3 vias (compressão/expansão a alta e baixa velocidade)

DIREÇÃO

Tipo:                                   Hidráulica de assistência elétrica

JANTES

Alcatrão / Terra:                8×18″ / 7×15″

DIMENSÕES, PESOS E CAPACIDADES

Comprimento/Largura:     3.996 mm/1.820 mm

Distância entre eixos:        2.567 mm

Vias:                                   1.618 mm (à frente e atrás)

Depósito de combustível: 81 litros

Peso (regulamentar):        1.230 kg sem piloto e navegador /1.390 kg com piloto e navegador

O RALLYE SERRAS DE FAFE A ABRIR AS HOSTILIDADES

Prova inaugural do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) 2019, o Rallye Serras de Fafe corre-se nos dias 22 e 23 de fevereiro, dividido por 2 Etapas, com 355,72 quilómetros de extensão total, incluindo 13 especiais (124,44 quilómetros cronometrados).

Com Centro Operacional na Casa Arquivo Municipal de Fafe, o Demoporto – Clube Desportos Motorizados do Porto elegeu para o primeiro dia uma dupla passagem pelo troço de Luilhas (12,82 km), a que se junta a Super Special Stage – Fafe Street (2,05 km), troço noturno desenhado no centro da cidade. No sábado correm-se as restantes 5 classificativas – Ruivães (9,65 km), S. Pedro (8,02 km) e Aboim/Rio Vizela (9,65 km), na secção matinal, seguindo-se Montim (8,52 km) e Lameirinha (10,84 km) à tarde – todas elas percorridas por duas vezes.

A Partida do rali está agendada para as 15h45 de sexta-feira (22 de fevereiro), após uma manhã reservada ao Shakedown e Qualificação que irá determinar a ordem de partida (09h00 às 12h00), na zona de Lameirinha, num primeiro dia que terminará com a entrada dos carros em Parque Fechado (Praça das Comunidades – Largo da Feira, em Fafe) já noite dentro. A etapa de sábado arranca desse mesmo local às 08h15, espaço que receberá os 3 reagrupamentos previstos (10h53 e 13h18 e 15h51), para depois terminar com a consagração dos vencedores no Pódio Final (17h39) montado na Praça 25 de Abril (Fafe).

AS 9 PROVAS DO CPR 2019

O Citroën Vodafone Team prevê alinhar em 8 das 9 provas do Campeonato de Portugal de Ralis 2019, temporada que se divide entre 4 ralis de asfalto e 5 jornadas em terra, prolongando-se entre meados de fevereiro e início de novembro, com arranque a norte, na icónica região de Fafe, e términus a sul, nas estradas algarvias. Segundo o regulamento do CPR 2019, terá de abdicar de uma pontuação, de um rali que será indicado oportunamente.

Entre os 7 ralis a realizar no continente inclui-se o Vodafone Rally de Portugal, pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), evento cujo patrocinador é comum à equipa e que integra grandes novidades, nomeadamente o regresso aos troços da região de Arganil.

CAMPEONATO DE PORTUGAL DE RALIS 2019

                         Data     Prova                                                         Organizador

     22 e 23 fevereiro     Rali Serras de Fafe (terra)                         Demoporto

          21 a 23 março     Azores Airlines Rallye (terra)                    Grupo Desportivo e Comercial

                4 e 5 maio     Rali de Mortágua (terra)                           Clube Automóvel do Centro

    30 maio a 2 junho     Vodafone Rally de Portugal (terra)           Automóvel Club de Portugal

           22 e 23 junho     Rali de Castelo Branco (asfalto)                Escuderia de C. Branco

              1 a 3 agosto     Rali Vinho da Madeira (asfalto)                Club Sports da Madeira

         6 e 7 setembro     Rali Terras de Aboboreira (asfalto)           Clube Automóvel de Amarante

            4 e 5 outubro     Rali Vidreiro Centro de Portugal (asfalto) C. Automóvel da Marinha Grande

        1 e 2 novembro     Rali Casinos do Algarve (asfalto)              Clube Automóvel do Algarve


por:

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Redes Sociais

Parceiros




Grupo PressXL

 
 
 

WebLinks