| | | | | | | | |   

Azores Rallye tem asas para voar na Europa

20 March , 2019

Tenha o nome que tiver, ou o patrocinador que for possível, a prova açoriana será sempre uma das mais encantadas dos calendários europeu e nacional. Troços técnicos e competitivos, por entre paisagens de sonho, são sempre uma aliciante para o Rali dos Açores, que tem sempre para mostrar as imagens mais fabulosas e desejadas por um promotor. Qualidade técnica não falta à prova do Grupos Desportivo Comercial, necessário será solidificar apoios para que a antiga “Volta à ilha de São Miguel” continue a fazer parte de um cartaz turístico, absolutamente necessário para a Região Autónoma dos Açores.

Para além de todos estes inegáveis encantos, que podem ser mais ou menos discutíveis, e que só sensibilizam quem de facto gostas de ralis, a competitividade desta prova europeia é na verdade inegável. Que o digam todos os nomes hoje consagrados nos ralis mundiais, que já passaram pelo Açores, mas também a elite dos ralis nacionais, que não gosta de perder pitada quando o calendário aponta para um rali realizado no meio do Atlântico. Por isso, este ano, os principais candidatos ao ERC estão todos presentes em São Miguel, e grande parte dos candidatos ao título nacional. Entre os pilotos locais, também eles candidatos a posições de destaque, Ricardo Moura e Luís Miguel Rego acompanham o ritmo na corrida por um pódio europeu.

Alexey Lukyanuk trocou de carro e vai tripular agora um Citroen C3 R5, não trocando, no entanto, a forma fantástica de conduzir, que já o transformou em Campeão da Europa de Ralis. Conhecidos no ERC, Chris Ingram e Lukasz Habaj são agora os pilotos que vão tripular Skoda Fabia R5, enquanto Marijan Griebel e Norbert Herczig vão guiar os novos VW Polo R5. Mas é numa estrutura nacional, que já mereceu elevados elogios internacionais que figuram candidatos à vitória a guiarem Skoda Fabia R5 da última geração. Falamos da ARC Sport, campeã nacional de equipas, que inscreve para o Azores Rallye 4 carros da marca checa entregues a candidatos como Ricardo Moura, Ricardo Teodósio, Luís Miguel Rego e Pedro Almeida, sem esquecer outro carro da categoria R5, o Ford Fiesta de Miguel Correia. Para fazer frente a este lote de qualidade, e dada a ausência do campeão nacional em título, Armindo Araújo, que optou por não participar na prova açoriana, e também pelas mesmas razões a falta de José Pedro Fontes e Pedro Meireles, será necessário destacar as presenças de Bruno Magalhães que vai guiar pela primeira vez nos Açores um Hyundai i20 R5, Miguel Barbosa, cada vez mais competitivo ao volante do Skoda e Bernardo Sousa que corre com cores locais num Citroen C3 R5. Estão reunidos todos os condimentos para mais uma prova de encantar, que estará nas estradas da ilha de São Miguel entre 21 e 23 de março.


por:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Redes Sociais

Parceiros




Grupo PressXL

 
 
 

WebLinks