Notícias do Mundo Motorizado

Por montes e vales até ao … Vale Sagrado

Em três etapas, o Kia Sorento 4WD ainda não se cansou de andar: faltam 13 km para cumprirmos os primeiros 1500 km rodados através do Peru. Esta terceira etapa, integralmente decorrida nos Andes, desde Puquio até Ollantaytamba, no Vale Sagrado dos Incas, foi praticamente idêntica às anteriores em termos de distância, mas absolutamente diferente do ponto de vista de percursos e de experiências, cada vez mais fortes. Foram pouco mais de 13 horas a subir e a descer, com diversas passagens acima dos 4000 metros de altitude (duas superaram mesmo esta marca, aproximando-se dos 4600 m.a.), para depois batermos no fundo de vales que chegaram a levar-nos abaixo dos 1800 m.a.. Encontrámos neve nalguns picos e fomos até surpreendidos com um pequeno troço ainda cheio de neve, que talvez não tenha durado muito mais tempo, pois naquele momento chovia torrencialmente e a neve começa a diluir-se. As únicas rectas dignas desse nome foram as que encontramos num planalto entre os 4500 e 4600 metros de altitude, onde o Sorento foi “espremido” ao máximo para alcançar 139 km/h., uma velocidade vertiginosa se atendermos a que nestas alturas os motores não respiram e perdem até metade do seu rendimento. O mesmo sucede com as pessoas e este é o lado violento desta viagem, pois para quem vive normalmente ao nível do mar, estas subidas quase que instantâneas a altitudes tão elevadas custam a suportar. Mesmo assim, neste dia sentimos-nos bem melhor. Ainda bem!…

revtt-logo-800