Notícias do Mundo Motorizado

Hoje fizemos uma escala em Arequipa, a segunda maior cidade do Peru, que dentro em breve irá acolher a caravana do Rali Dakar 2012. Chegámos depois de termos cumprido um dos mais belos itinerários de toda a expedição, cruzando pela última vez as pistas do Andes. Quando finalmente alcançámos o asfalto, descemos cerca de dois mil metros em pouco mais de uma centena de quilómetros por uma estrada cheia de movimento, mas onde a visibilidade era quase sempre perfeita para ultrapassar tranquilamente o trânsito mais lento. Bem, na verdade, o nosso Kia Sorento 4WD não foi ultrapassado por mais nenhum veículo. E apenas um “primo”, quase igual, ensaiou alguma resistência, mas desistiu após perder contacto visual connosco, volvidas algumas curvas. Chegar a Arequipa de noite, vindo do alto das montanhas oferece desde logo uma visão encantadora, com uma imensidão de luzes, estendidas por um largo planalto a cerca de 2300 metros de altitude. De dia, o encanto é outro, ainda maior se nos detivermos no centro histórico da cidade, mais um lugar classificado pela Unesco como Património da Humanidade. A Catedral, que ocupa um quarteirão inteiro da Plaza de Armas (a praça principal, que mostramos na imagem, com a Catedral ao fundo), é o edifício religioso neoclássico mais importante do Peru, mas em seu redor há quarteirões e quarteirões cheios de edifícios bonitos e carregados de história, que mostram bem o quanto esta cidade já era importante no período colonial espanhol. Por momentos, dá até a sensação de estarmos numa cidade andaluza. Até pelo calor, que nos permitiu voltar a andar de manga curta e deliciar-nos com um sol brilhante…

Revista Todo Terreno