Notícias do Mundo Motorizado

Quase três semanas, uma noiva e 4280 km depois…

Quase três semanas e 4280 quilómetros depois de termos partido, voltámos! Simbolicamente, terminámos a viagem na Plaza de Armas de Lima, a praça central da capital peruana, onde se situam a Catedral (na foto), o Palácio Presidencial e a sede do Município limenho. No quarteirão que resta referir, há um edifício amarelo com arcadas que está cheio de lojas. Foi aí que há umas semanas encontrámos uma noiva sozinha e perdida no meio da multidão que se cruzava pelas arcadas, totalmente indiferente aos apelos dessa jovem, toda vestida de branco, com um vestido que se prolongava e arrastava pelo passeio. A cena sugeria um casamento desfeito mesmo antes de ter sido assinado, ali em frente, na majestosa catedral. Essa imagem perseguiu-nos durante toda a viagem. Desejámos imenso reencontrar-la quando terminasse a viagem. Deliciava-nos a ideia de posarmos ao lado dela, defronte da catedral, para depois fazermos com o dia 1 de Abril o mesmo que fazemos com o Natal (que é quando um homem quiser…) e anunciarmos um noivado inesperado por terras sul americanas. Porém, a nossa expedição através do Peru durou mais do que a promoção de vestidos de noiva que fez aquela miúda passar alguns dias por ali, como se tivesse perdido o marido antes dele o ser. Ainda não foi desta…

Revista Todo Terreno