Notícias do Mundo Motorizado

Ricardo Sousa motivado, piloto da Prolamaem várias frentes

O Campeonato de Portugal de Ralis volta com o Rali Alto Tâmega, uma prova que esteve fora do nacional 28 anos. É um regresso desejado para a organização do CAMI, e deixa em aberto uma competitividade pouco comum, assente no desconhecimento total de todos os principais pilotos em actividade. Será um desafio para todos, incluindo a dupla da Prolama, Ricardo Sousa/Luis Marques que vão pilotar o Peugeot 208 R2 incluído em três competições: o nacional de 2 rodas motrizes, o campeonato Junior e o Challenge R2 & You, destinado aos Peugeot da copa ibérica.

Para o piloto da Prolama, este rali pode ser uma boa oportunidade de voltar a demonstrar a sua evolução e a possibilidade de confirmar o bom andamento apresentado em Castelo Branco. O curto teste realizado com o Peugeot deu boa indicação mas o piloto aguarda os primeiros reconhecimentos para avaliar e definir o objectivo a traçar, que naturalmente passa por amealhar o maior número de pontos possíveis para o campeonato, sabendo que para tal será necessário terminar o rali, …” estamos muito motivados para esta prova, e t6anto eu como o Luis estamos muito focados no trabalho que temos de ter nos treinos. Os reconhecimentos de um rali são sempre muito importantes, mas num rali que desconhecemos por completo tornam-se fundamentais. Esse vai ser o nosso primeiro desafio, perceber rapidamente qual a morfologia dos troços e depois perceber qual o ritmo que temos de imprimir, não esquecendo a distância de cada especial e a consistência que é preciso manter para que no final os tempos possam surgir. Vai ser um rali de fortes emoções, mas estamos preparados para dar o nosso melhor…” concluiu Ricardo Sousa

O Alto Tâmega vai levar os concorrentes até Trás-os-Montes, uma região cheia de cultura e tradição, terá de obedecer a todas as nomas da DGS em vigor; estando assim marcado o arranque da competição para Sábado dia 29/8  pelas 15:30 no Museu Nadir Afonso em Chaves, cumprindo-se de seguida duas especiais de classificação; Alto Tâmega com 15,06 Km e Chaves com 18,72 Km, terminando o dia de novo parque fechado pelas 18:30.

No Domingo (dia30/8) disputam-se mais quatro provas especiais de qualificação, uma dupla passagem pelos troços de Chaves / Boticas com a extensão 19,40 Km, o mais extenso do rali e o Troço tradicional de Boticas, com 14,23 Km que na sua última passagem assume a figura de Power Stage do rali que tem no total cerca de 100 Km cronometrados.

Embora com as condicionantes impostas pela DGS e toda a protecção que deve manter, venha até região de Chaves, apoiar o Peugeot 208 com as côres do: Montepio Crédito, ADC, Fripan, Consilcar, Coeptum, Hermaf, Total, Paddok, X Cut e Estrelado.com.