Notícias do Mundo Motorizado

Miguel Cristóvão volta à luta pelo título

Miguel Cristóvão disputa no próximo fim-de-semana a terceira ronda das Ultimate Cup Series, voltando a Magny-Cours, França, mostrando-se empenhado em prosseguir a luta pelo título de pilotos da competição.

O português tem vindo a ser este ano um dos grandes protagonistas da competição de endurance europeia dedicada a protótipos de uma das categoria de Le Mans, os LMP3, o que lhe permite, na companhia dos seus colegas de equipa – Julien Wagg e Alessandro Ghiretti – liderar o Campeonato de Pilotos com dez pontos de vantagem para a equipa no segundo posto, quando estão disputadas duas das seis etapas da temporada.

Devido à situação conturbada que vivemos, com a pandemia da COVID-19, a terceira ronda da época volta a disputar-se em Magny-Cours, tal como a segunda, mas as condições prometem ser bastante distintas.

Na primeira passagem pelo circuito gaulês a chuva foi uma constante ao longo de todo o fim-de-semana, mas o trio do Ligier JS P3 da Team Virage conquistou um valioso segundo lugar, que somou ao triunfo de Dijon.

No próximo fim-de-semana prevê-se pista seca para todos os dias e, para além disso, a corrida terá o seu início de dia, mas terminará já durante a noite, aumentando o desafio do exercício. Mas tudo isto não atemoriza Miguel Cristóvão, que terá de conhecer as exigências de Magny-Cours sem chuva e competir na penumbra da noite. “Desta vez as condições climatéricas serão menos difíceis, mas com a pista seca terei de voltar a conhecer o traçado, uma vez que iremos realizar tempos vinte segundos mais rápidos do que com chuva. Temos ainda de competir durante a noite o que será interessante e desafiante. Mas penso que isso não será um problema, tenho-me adaptado bem às novidades e estou seguro de seremos muito competitivos nesta ronda da Ultimate Cup Series”, afirmou o piloto de Cascais.

No comando do Campeonato de Pilotos, Miguel Cristóvão parte para Magny-Cours com objectivos claros – lutar pela vitória e alargar a sua vantagem para o segundo classificado nas contas da batalha pelo ceptro de 2020. “Temos estado muito competitivos ao longo da temporada e já conquistámos um triunfo e um segundo lugar, o que demonstra bem o nível das nossas performances. Vamos para esta corrida em Magny-Cours conscientes de que teremos uma oposição muito forte, como tivemos nas outras provas, mas sabemos que poderemos estar na luta pelos lugares do pódio e o nosso objectivo prioritário será alargar o nosso comando no Campeonato de Pilotos”, concluiu o português.

A corrida de sábado terá o seu início às 16h40, Hora de Lisboa, e poderá ser seguida em directo através do website das Ultimate Cup Series.