Notícias do Mundo Motorizado

ARC Sport no Rali Terras d’Aboboreira 2021

Apesar dos tempos difíceis que atravessamos, o Campeonato de Portugal de Ralis arranca de forma dinâmica com o Rali Terras d’Aboboreira que conta com uma lista de inscritos bastante prometedora. Com diversos candidatos à vitória, a equipa de Aguiar da Beira está consciente das dificuldades, mas também respira confiança em relação às potencialidades de Ricardo Teodósio e José Teixeira, que só pensam em vencer.

Este ano queremos ganhar! Uma prova em pisos de terra é o ideal para o arranque do campeonato e com uma concorrência bastante forte que iremos enfrentar, só nos podemos sentir ainda mais entusiasmados. Ganhar é o nosso grande objetivo e a forte concorrência acaba por ser bastante positivo, para dar maior ânimo a este campeonato que agora vai começar. Acho que este vai ser um rali bastante engraçado, que conta com um novo troo e desafios entusiasmantes. Os testes que fizemos ao Skoda foram bastante positivos, o que nos deixa bastante à vontade. Existem algumas evoluções ao nível do motor, suspensão e caixa de velocidades, o que nos dá boas perspetivas”, referiu Ricardo Teodósio.

Acompanhado pelo campeão António Costa, o jovem Miguel Correia pretende continuar a sua evolução, agora aos comandos de um Skoda Fabia mais evoluído.

Ainda não estou adaptado ao novo carro, o que deverá acontecer com o decorrer da prova. Este é um rali que gosto bastante, numa região que também me é gratificante. Vai ser sem dúvida uma prova de adaptação, onde não vou ambicionar nada em especial, desejando apenas dar o meu melhor. O resto vai aparecer. Essencialmente pretendo continuar a minha evolução e, se for possível, surpreender alguém”, disse, com entusiasmo, Miguel Correia.

Paulo Neto e Vítor Hugo estão de regresso ao Campeonato de Portugal de Ralis com o Skoda Fabia R5 que estrearam na época passada com a ARC Sport. Apesar das dificuldades que se vivem com a atual situação pandémica, a equipa pretende disputar a totalidade do calendário nacional.

Queremos recomeçar com um novo ânimo, apesar da pandemia estragar alguns planos. Apesar de tudo, estou otimista e penso que vai correr tudo bem este ano, e em especial nesta prova onde irei estar presente pela primeira vez, uma vez que não fiz o rali no ano passado devido à pandemia. Fizemos quase 200 km de testes com o Skoda e essencialmente quero perceber o comportamento do carro em terra, pois há muito que não ando com o Skoda neste tipo de pisos. Vamos tentar fazer o melhor possível e evoluir de troço a troço”, afirmou Paulo Neto.

Para Luís Miguel Rego é impossível resistir ao apelo do Campeonato de Portugal de Ralis. O campeão açoriano, acompanhado por Jorge Henriques, vai estar presente na prova de abertura do CPR 202, repetindo a sua participação do ano passado.

Gostámos bastante da nossa participação na época passada, que foi bem conseguida, e cá estamos de novo para tentar fazer o mesmo, o que seria um grande resultado, dado a excelente lista de inscritos deste ano. Vamos ir definindo a nossa participação no CPR e tentar conciliar com o campeonato dos Açores, que só começa em junho com o Rali Sical. Esta é uma prova muito exigente e técnica, onde vamos tentar lutar contra nós próprios e evoluir aos comandos do Skoda”, disse Luís Miguel Rego.

A ARC Sport está entusiasmada para enfrentar mais este desafio. Nas hostes de Aguiar da Beira, está tudo pronto para proporcionar às suas equipas as melhores condições para começar o CPR 2021 da melhor maneira, com os quatro Skoda Fabia R5.

Como é nosso timbre está tudo preparado para acompanhar todos com o entusiasmo que é habitual e com o grau de profissionalismo que nos tem caracterizado. Queremos proporcionar ao Ricardo todas as condições para lutar pela vitória, e seguir com todo o apoio as evoluções que o Miguel, o Paulo e o Luís Miguel pretendem alcançar. Estamos muito entusiasmados para esta nova etapa no Campeonato de Portugal de Ralis”, afirmou Augusto Ramiro.