Notícias do Mundo Motorizado

INEOS Grenadier supera com distinção os duros testes de montanha

A INEOS Automotive concluiu a fase seguinte dos ensaios dinâmicos do Grenadier, após uma verificação demolidora das aptidões todo-o-terreno numa das regiões mais fantásticas do mundo para testes de veículos 4X4. Os protótipos de última geração do Grenadier foram aprovados pelo Presidente da INEOS, Sir Jim Ratcliffe, após terem superado os famosos trilhos da montanha Schöckl, próximos da sede da Magna Steyr, na Áustria, como parte da avaliação de performance de engenharia.

“Fizemos muitos progressos desde as primeiras versões do Grenadier, que conduzi há um ano,” afirmou Sir Jim Ratcliffe. “Schöckl é um verdadeiro desafio para qualquer 4X4. Hoje, tratou-se de um teste muito sério para os nossos protótipos, e estes superaram-no muito bem. Ainda há trabalho a ser feito, mas estou confiante que o Grenadier cumprirá a missão para que foi concebido”.

Célebres pelos pisos rochosos, duríssimos e impiedosos, há muito que as montanhas austríacas são o local escolhido pela Magna Steyr, parceira de engenharia da INEOS, como a derradeira pista de testes das aptidões todo-o-terreno e da durabilidade de veículos concebidos para fins específicos.

A intensificação do programa de testes do Grenadier, que verá mais de 130 protótipos da segunda fase acumularem 1,8 milhões de quilómetros em ambientes extremos por todo o mundo, segue-se aos inevitáveis atrasos registados em 2020. Para atingir as rigorosas metas de testes, a INEOS reviu a calendarização do projeto e adiou o início da produção do Grenadier.

Dirk Heilmann, CEO da INEOS Automotive, afirmou: “Atingir este importante marco de desenvolvimento constitui um determinante passo em frente para o projeto. Temos apenas uma oportunidade de bem executar este projeto, e os nossos objetivos de qualidade e desempenho para o Grenadier continuam a ser absolutamente cruciais. Não podemos transigir ou aceitar compromissos. Depois dos resultados positivos de hoje, estamos no caminho certo para atingir as nossas metas, e permitir que a produção se inicie, o mais tardar, em julho”.

No início do corrente ano, os engenheiros concluíram com sucesso a calibração do motor dos protótipos do Grenadier a temperaturas extremamente baixas no norte da Suécia. A próxima fase do processo de desenvolvimento e validação submeterá o Grenadier a temperaturas de calor extremo em alguns dos ambientes mais hostis do mundo, incluindo o Vale da Morte, nos EUA, e dunas no Médio Oriente.