Notícias do Mundo Motorizado

Nacional de T.T. vai aquecer Beja e Serpa

O ‘Nacional de T.T. vai aquecer Beja e Serpa, este fim-de-semana, com a realização da primeira das sete provas da temporada. É a Baja T.T. Montes Alentejanos, que arrancou nesta manhã de sábado, com o prólogo, disputado nos arredores de Beja. Tiago Reis e Valter Cardoso foram os mais rápidos nos seis quilómetros deste troço, estreando com uma vitória a nova Toyota Hilux Overdrive. Esta tarde, a prova prossegue com a primeira passagem por dois sectores selectivos, com 72 e 84 quilómetros, que se repetem domingo à tarde.

O Clube de Promoção de Karting e Automobilismo volta a abrir o Campeonato de Portugal de Todo Terreno e este ano recuperou um nome já lendário: os ‘Montes Alentejanos’, que em tempos já muito distantes foram um rali e há pouco mais de uma década davam nome a uma bela prova de todo terreno. Curiosamente, não foi só o nome que foi recuperado, como também alguns dos antigos percursos, de grande beleza, para que, tiver oportunidade de assistir. Os pilotos, esses nem têm tempo para se distrair com a paisagem, mas serão recompensados com pistas bastante rápidas, que alternam algumas passagens estreitas e um pouco mais duras.

Na frente, Tiago Reis e Valter Cardoso partem com 1,2 segundos de vantagem sobre a Toyota Hilux de João Ramos, cabendo a terceira posição, depois do prólogo, a Nuno Madeira e Filipe Serra. Esta dupla estreia uma Ford Ranger 5.0 V8, preparada na África do Sul pela Neil Woolridge Racing e adiantaram-se por cinco segundos a outra destas pick-up’s: a que Hélder Oliveira e Carlos Jorge Mendes, que dispõem da antiga Ford Ranger de André Amaral, que se diferencia por um motor menos evoluído e suspensão de eixos rígidos. As novas Ranger da N.W.Racing além de terem melhorado os motores, já recebem suspensão independente nas quatro rodas, reforçando o parque do Nacional de T.T. com máquinas de topo. E André Amaral e Nelson Ramos estreiam igualmente uma destas viaturas, que no prólogo colocaram no décimo posto!

Entre as Ford Ranger de Hélder Oliveira e André Amaral, posicionaram-se Pedro Dias da Silva/José Pires, igualmente numa Ford Ranger, mas de preparação nacional, Alejandro Martins/José Marques e Luís Recuenco/Sérgio Jimenez, ambos com os Mini preparados pela X-Raid. No oitavo posto ficou mais uma Ford Ranger, de preparação portuguesa, conduzida por Edgar Condenso e navegada por Sérgio Cerveira, cabendo o nono posto ao BMW dos irmãos Alexandre e Rui Franco.

Os irmãos Alexandre e Pedro Ré foram os melhores do grupo T4, com um Can-Am Maverick X3, que colocaram no 12º posto absoluto, enquanto no grupo T8 a vitória foi assinada pela Nissan Navara de Henrique Lourenço e Henrique Damásio – que foram os 18º mais rápidos. Assinale-se ainda a vitória de Georgino Pedroso e Carlos Silva no grupo T2, com a Isuzu D-Max de sempre, que levaram ao 31º lugar da classificação do prólogo.

Na Taça de Portugal, que registou seis presenças à partida, a liderança é para já protagonizada pela Nissan Pick-Up D21 de Cesário Santos e Alexandre Gomes, por 15,1 segundos de vantagem sobre a Nissan Pick-Up D22 de Micael Cassiano e Rodrigo Fernandes!

Texto: Alexandre Correia Foto: AIFA/Jorge Cunha