Notícias do Mundo Motorizado

António Félix Da Costa no pódio da corrida 2 do E-Prix de Nova Iorque

Nova corrida no domingo nas ruas de Nova Iorque e novo pódio para a DS Automobiles e a sua parceira TECHEETAH. Depois do segundo lugar alcançado por Jean-Éric Vergne na jornada da véspera, António Félix da Costa terminou na terceira posição a 11.ª ronda do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula E. Este resultado mantém intactas as pretensões do piloto português na corrida à renovação do título de campeão, ascendendo ao segundo lugar do ‘ranking’ de Pilotos, tendo apenas cinco pontos a separá-lo do atual líder do campeonato.

Partindo do sétimo lugar da grelha de partida, no entanto, a tarefa não se afigurou fácil para o campeão em título, prova em que se destacou o momento em que António Félix da Costa ativou o seu “Attack Mode”, elevando o seu DS E-TENSE FE21 ao top-3. “Um pódio nos EUA é um fantástico resultado! Esta é a melhor forma de concluir o fim de semana. Para além disso, regressei ao segundo lugar do campeonato”, sorri o piloto da DS TECHEETAH. “A luta continua e vai ser muito renhida até ao final da época. Agradeço aos meus engenheiros e mecânicos pelo maravilhoso trabalho de equipa! Tivemos um dia complicado ontem, mas trabalhámos muito para esta performance de hoje.”

Se a primeira das duas corridas do E-Prix de Nova Iorque foi muito bem-sucedida para Jean-Éric Vergne, a segunda não lhe sorriu de todo. “Este dia acabou finalmente… Não pude qualificar-me devido a um problema elétrico e não pude arrancar para a corrida devido a outro problema que ainda não identificámos. Isto é o que chamamos de um mau dia”, confidenciou o francês, que, no entanto, deseja manter-se otimista. “O nosso carro mostrou-se muito bom este fim-de-semana, pelo que estou certo de que vamos voltar ainda mais fortes em Londres. Não somámos os pontos necessários, mas tudo ainda é possível. Precisamos, agora, de tempo para digerir o que se passou, mas estaremos prontos para lutar nas últimas quatro corridas.”

Por seu lado, Thomas Chevaucher quis manter os elementos positivos deste duplo encontro. “Saímos de Nova Iorque com dois pódios em duas corridas, um para cada um dos nossos pilotos, o que é muito positivo! O DS E-TENSE FE21 mostrou-se muito rápido durante todo o fim de semana, mas hoje também sofremos dois problemas técnicos no carro do JEV. A Fórmula E é um campeonato muito exigente, onde cada detalhe conta”, disse o Diretor da DS Performance. “As diferenças pontuais continuam hoje muito curtas, pelo que estamos, ainda e naturalmente, em luta pelos títulos de Pilotos e de Equipas. Provavelmente teremos de lutar por eles até ao fim, pelo que estaremos prontos para voltar ao ativo dentro de duas semanas, em Londres!”

Uma opinião partilhada por Mark Preston, Diretor de Equipa da DS TECHEETAH. “Estamos muito contentes por terminar o fim de semana com um pódio para o António, resultado que nos permite manter a dinâmica em véspera das últimas jornadas. Conquistar pontos em todos os fins de semana será a chave para o sucesso neste campeonato. Quer o António, quer o JEV, cumpriram com o que lhes foi pedido. A batalha vai ser difícil, mas estamos prontos para esse desafio.”

Em vésperas da reta final da presente temporada, a DS TECHEETAH ocupa o segundo lugar do Campeonato de Equipas. Estão agendadas duas corridas em Londres, nos dias 24 e 25 de julho, para um campeonato que terminará em Berlim, nos dias 14 e 15 de agosto.