Notícias do Mundo Motorizado

Tiago Monteiro fez o que pôde em Vila Real

A visita do FIA WTCR a Vila Real é sempre muito especial não só para Tiago Monteiro que tem oportunidade de correr em ‘casa’, mas sobretudo para o público local que recebe a caravana do mundial como ninguém e apoia o seu piloto nos momentos de vitória e de derrota. E foi isso mesmo que Tiago pode constatar ao longo de todo o fim-de-semana. Ciente que seria uma jornada complicada, o piloto português arrancou para as duas corridas de hoje da 13ª posição da grelha. Terminou a corrida 1 na 11ª posição e foi forçado ao abandono na corrida 2.

Numa pista exigente e com poucos pontos de ultrapassagem, todos sabiam que Tiago iria dar o seu melhor mas que seria complicado chegar aos resultados que habituou nas visitas a Vila Real. Ainda assim, Tiago estava a fazer uma corrida notável, recuperou posições e estava a impôr um bom ritmo: “Quando o ‘splitter’ fica danificado. Não sei exactamente se foi fruto de um toque ou da passagem num corrector. Mas nessa altura, íamos a meio da corrida o Honda Civic Type R TCR ficou com muita vibração, a fugir de frente e a perder performance. Ainda consegui chegar ao final no 11º lugar, mas podia ter sido bem melhor não fosse este problema”, começou por dizer.

Na segunda corrida quis o destino que Tiago não conseguisse terminar: “Um toque de um adversário, que entendo como incidente de corrida, pois todos queremos ganhar posições, fez-me furar e bater no murro. Não havia volta a dar. Quando achamos que as coisas não podem piorar mais, elas acabam por acontecer ainda pior. O que dizer disto tudo?! Que é frustrante mas que nunca deito a toalha ao chão. Em termos de campeonato, já nada há a fazer, mas ainda temos corridas pela frente e espero sinceramente que tudo dê uma volta de 360 graus e que possa saborear bons resultados”, continuou.

Apesar da frustração de não conseguir traduzir em resultados todo o seu trabalho e da equipa, Tiago sai de Vila Real agradecido: “Não há público como este. Fui aplaudido como se tivesse ganho as corridas. E isso é motivador, inspirador e deixa-me muito feliz. Para o ano cá estarei para retribuir todo o carinho”, concluiu.

A próxima jornada do FIA WTCR acontece em Itália de 22 a 24 de Julho.