Notícias do Mundo Motorizado

O prazer de voltar a folhear a Todo Terreno

O prazer de voltar a ler a revista Todo Terreno é cada vez maior! E sentimo-lo pela enorme quantidade de mensagens e comentários que nos têm vindo a chegar da parte dos primeiros leitores que já receberam a nova Todo Terreno.

Impressa num formato ligeiramente maior e com papel de qualidade ainda melhor, aproveitámos este relançamento para enriquecer a revista com mais histórias, daquelas que sabemos que vão querer ler e reler sempre. E como isso requer espaço, quase duplicámos o número de páginas! Novidade é também a entrega em mão, por mensageiro, que permite a todos os leitores receberem a Todo Terreno confortavelmente, no resguardo das suas casas. Como mandam as regras deste momento tão duro que estamos a viver!

Aos 95 anos, Vasco Callixto ainda não parou de viajar!

vasco_callixto
A ENTREVISTA COM VASCO CALLIXTO ESTÁ ENTRE AS PREFERÊNCIAS DOS LEITORES, DE ACORDO COM AS MENSAGENS QUE TEMOS RECEBIDO. OITO DÉCADAS DE VIAGENS NÃO SE RESUMEM EM SEIS PÁGINAS MAS, ATÉ POR ISSO, JUNTAMOS A LISTA DOS 50 LIVROS QUE ESTE VETERANO PUBLICOU

Entre os leitores mais satisfeitos, estão alguns dos próprios protagonistas desta edição. Vasco Callixto, por exemplo, o veterano com oito décadas de viagens pelo mundo, concedeu-nos uma bela entrevista. E quando o mensageiro da Vasp Expresso lhe bateu à porta para entregar um exemplar, “abrir a caixa e descobrir esta revista, que mais parece um livro, foi uma surpresa!”, contou-nos Callixto.

Aos 95 anos, sitiado em casa, na “sua” Amadora de sempre, como tem tanto orgulho em lembrar, Vasco Callixto confessou-nos que “não esperava tanto”, reforçando que “adorei a revista e depois de ler a minha entrevista, que retrata muito bem a longa conversa” com o jornalista Jorge Alves Barata, “continuei com as histórias da Volta do Mundo de Francisco Sande e Castro e as aventuras do alemão Rainer Zietlow, que não conhecia, mas que também me surpreendeu”.

Curiosamente, houve logo mais dois artigos que encantaram Vasco Callixto: “O trabalho de Jorge Alves Barata, sobre o centenário dos mapas do ACP, e o road-book publicado nas últimas páginas, com o itinerário ao longo do rio Sorraia, cenários de que tenho excelentes memórias e sobre o qual também escrevi!”

Homenagem a Paulo Fiúza, numa grande entrevista

APENAS DOIS NAVEGADORES ACOMPANHARAM O “SR. DAKAR” NO RALI DAKAR. UM DELES É PAULO FIÚZA, QUE NUMA EXTENSA ENTREVISTA FALA DA AMIZADE COM STÉPHANE PETERHANSEL, CONTRARIANDO A IDEIA QUE FOI MALTRATADO: “LONGE DISSO!”

Paulo Fiúza, o navegador que acompanhou Stéphane Peterhansel no Rali Dakar, concedeu-nos também uma extensa entrevista, que imensos leitores indicam como preferida. São 10 páginas em que Fiúza se dá a conhecer, desde que sentiu, ainda miúdo, o despertar pela paixão dos automóveis e das corridas, mas onde conta tudo sobre a experiência de ter acompanhado o Senhor Dakar. “Quando abri a revista e vi a minha fotografia, ao lado de Peterhansel, logo num canto da capa, não resisti a voltar a folhear a Todo Terreno e fui logo à procura das páginas da entrevista”, revelou-nos o próprio Fiúza.

“Ao ler, esqueci-me de tudo e mais alguma coisa e por momentos senti-me a viver episódios que conto na entrevista”, diz-nos. “Dois meses depois de ter regressado da Arábia Saudita, não esperava reviver a corrida e a minha carreira, como revivi nestas páginas, que são a maior homenagem que recebi, porque o que fica escrito, eterniza-se”. Paulo Fiúza confidenciou-nos também que “o depoimento escrito por Stéphane Peterhansel, sobre mim, foi uma enorme surpresa e deixou-me mesmo com uma lágrima no canto do olho. Por coincidência, ele tinha ligado pouco antes, preocupado em saber como estamos a enfrentar o momento actual. E manteve o segredo até ao fim; nunca me falou desta crónica…”

As aventuras de Sande e Castro continuam a encantar…

sande_e_castro
AO LONGO DE NOVE PÁGINAS, FRANCISCO SANDE E CASTRO REVELA-NOS A SUA LONGA CARREIRA, DESDE PILOTO DE MOTOS E DE AUTOMÓVEIS, ÀS PARTICIPAÇÕES NO “DAKAR”. E ENCANTA OS LEITORES COM AS SUA PRÓPRIA HISTÓRIA DE SETE ANOS A VIAJAR PELO MUNDO AOS COMANDOS DE UMA HONDA CROSS TOURER

Também Francisco Sande e Castro, cuja entrevista, nas páginas 28 a 36, tem sido referida pelos nossos leitores como um dos primeiros artigos que têm sido lidos, não fugiu à regra: “mal recebi a revista, menos de 24 horas depois de a ter encomendado, comecei por ver o trabalho sobre mim, mas depois folheei de ponta a ponta e voltei ao princípio, para ler o que contam sobre o novo Land Rover Defender”.

Curiosamente, o segundo artigo lido pelo protagonista da Volta ao Mundo em Honda Cross Tourer, foi também sobre um dos modelos mais recentes no mercado: “Tinha imensa curiosidade quanto à Ford Ranger Raptor e depois de ler o ensaio, ainda fiquei com maior curiosidade de poder, eu mesmo, dar uma volta nesta pick-up, que parece ser impressionante!”

Numa apreciação à nova revista Todo Terreno, Francisco Sande e Castro começa por destacar “o novo estilo gráfico, moderno, limpo, elegante”, sublinhando que “dá gosto ir folheando a revista e olhando para as páginas uma a uma. E só com o papel se consegue esta sensação!” Refugiado em Alcácer do Sal, Sande e Castro tem aproveitado estes momentos de recolhimento para completar o segundo volume do livro que conta a sua demorada viagem: “Está praticamente pronto e acredito que dentro de um mês poderá estar à venda!” – anuncia.

E quem disse que os mapas já não estão na moda?

JORGE ALVES BARATA INSPIROU-SE NO CENTENÁRIO DO MAPA DAS ESTRADAS DE PORTUGAL DO ACP PARA CONTAR UMA BELA ESTÓRIA QUE É, TAMBÉM, A HISTÓRIA DA EVOLUÇÃO DAS NOSSAS ESTRADAS NO ÚLTIMO SÉCULO. HÁ 100 ANOS, QUASE NÃO HAVIA ESTRADAS PAVIMENTADAS E O PRIMEIRO MAPA DO ACP ERA BASICAMENTE UMA “CARTA DE TODO TERRENO”…

A preferência de Christopher Sean, britânico residente no Algarve, “foi directa para o artigo sobre os Mapas das Estradas de Portugal do ACP”. Este antigo piloto de ralis e grande adepto do todo terreno e da nossa revista, revelou que receber a revista foi “uma caixa cheia de surpresas. Desde logo, por ser entregue em mão, bem protegida dentro de uma caixa. Depois, porque a revista está muito maior, com bastante mais páginas e artigos”.

E a diversidade dos artigos é outra das surpresas para Sean. “Adoro mapas e não esperava encontrar um artigo como este dos mapas do ACP. Foi por aí que comecei a ler, resistindo à tentação de ler o que contam sobre o novo Defender e aos ensaios do novo Suzuki Vitara, que é o SUV que a minha mulher está a pensar comprar, e da Ford Ranger Raptor, que eu não me importava nada de ter…”

Cada vez mais inclinado a comprar um dos novos Land Rover Defender está Luís Jerónimo, provavelmente o leitor que melhor conhecerá este modelo, ou não seja um dos engenheiros que acompanhou a própria construção da fábrica, na Eslováquia, onde está já a ser produzido. “Muitos amigos conseguiram receber a revista antes de mim e foram-me comentando as suas impressões, criando uma expectativa crescente. Assim que chegou, concentrei-me nas primeiras páginas, a ler a informação do novo Defender, que eu mesmo deveria ir conduzir a Eastnor Castle, a meio de Abril, provavelmente ao mesmo tempo que a Todo Terreno, conforme é referido no artigo…”

Encantado “com a qualidade” da nova revista Todo Terreno, Luís Jerónimo diz-nos que as três histórias com os grandes viajantes, foram de “leitura prioritária”, mas reconhece que “é para ler com calma, de ponta a ponta, sem deixar nenhum artigo de fora. São todos interessantes, para quem, como eu, gosto de tudo o que tem a ver com todo terreno e viagens!”

revista_todo_terreno
A REVISTA TODO TERRENO ESTÁ DE REGRESSO. PROFUNDAMENTE RENOVADA, COM NOVO FORMATO, QUASE O DOBRO DAS PÁGINAS E COM ENTREGA EM MÃO, POR MENSAGEIRO. EXPLICAMOS AQUI COMO FAZER PARA ENCOMENDAR E VOLTAR A FOLHEAR A TODO TERRENO…

Texto: Alexandre Correia Fotos: Matilde Pacheco

Como fazer para encomendar o seu exemplar?

Nada mais simples! O preço de capa é de 9,40€ e inclui já a entrega personalizada. Para receber a nova revista Todo Terreno em sua casa, deverá ordenar uma transferência neste valor para a conta à ordem da Evasão Edições e Publicações: IBAN PT50.0033.0000.0001.4834.3546.1; envie-nos o pedido para o e-mail [email protected] juntamente com o comprovativo de pagamento, indicando nome e morada para entrega. E não se esqueça de um contacto telefónico: é indispensável para o mensageiro poder avisar o momento da entrega, caso não seja atendido. O prazo de entrega, no território continental de Portugal, pode chegar aos três dias.

PEÇA AQUI O SEU EXEMPLAR