Notícias do Mundo Motorizado

Henrique estreia-se a vencer

Henrique Chaves deixou o circuito de Magny-Cours, onde se realizou este fim-de-semana a segunda etapa do GT World Challenge Europe, com um quarto lugar e um triunfo, apesar de todos os desafios que teve de enfrentar no circuito francês.

Depois de na primeira ronda, que teve como palco o circuito de Monza, o português esperava um evento francês, o primeiro da Sprint Cup, difícil, uma vez que tanto o jovem de Torres Vedras como Miguel Ramos, o seu colega de equipa, tinham um conhecimento muito ligeiro da pista situada no centro de França, tendo ainda que enfrentar uma corrida nocturna.

Num pelotão extremamente competitivo, as qualificações confirmaram as dificuldades, tendo em ambas o Lamborghini Huracán GT3 Evo da Barwell Motorsport se qualificado em quarto, fora dos lugares do pódio.

Na primeira corrida, realizada no sábado à noite, depois de um primeiro turno de Miguel Ramos, Henrique Chaves tudo tentou para desfeitear o terceiro classificado dos Pro-Am, tendo mesmo assinado a volta mais rápida da classe. No entanto, a superior velocidade ponta do seu adversário não lhe permitiu ascender ao pódio.

Na prova de hoje, também com sessenta minutos de extensão, foi o jovem português a realizar o primeiro turno, e com uma passagem pelas boxes tardia, juntamente com um ritmo consistente e uma situação de bandeiras amarelas, conseguiu ascender ao comando da Pro-Am, posição em que Miguel Ramos acabaria, conquistando a dupla a sua primeira vitória da temporada.

“Não foi um fim-de-semana fácil! Tivemos algumas contrariedades, com o desconhecimento do circuito e isso foi notório sobretudo na primeira prova que, realizada à noite, o que obrigava a uma maior confiança da parte dos pilotos. Na segunda corrida, tivemos alguma sorte com as bandeiras amarelas, mas conseguimos imprimir um andamento forte, o que nos permitiu estrategicamente passar para a liderança. Foi um resultado quase inesperado, mas trabalhámos para que pudéssemos estar no sítio certo no momento certo”, frisou Henrique Chaves.

Com um bom conjunto de resultados numa situação que não era fácil, os pilotos portugueses deixam Magny-Cours no segundo lugar do Campeonato de Pilotos Pro-Am a apenas cinco pontos dos líderes, o que deixa o jovem de Torres Vedras confiante para o futuro. “Este fim-de-semana demonstrou a união de toda a equipa. Sabíamos que teríamos dificuldades, mas mantivemo-nos unidos e fomos trabalhando para aproveitar todas as oportunidades, o que fizemos de uma forma quase perfeita. Estamos no segundo lugar do campeonato, o que é muito positivo, dado que esta é a nossa primeira temporada na mais exigente competição dedicada a carros de GT. Temos ainda muito a melhorar, mas vamos aplicar-nos para que possamos estar ainda mais fortes na próxima prova”, concluiu Henrique Chaves.

A primeira corrida foi vencida pelo Audi R8 GT3 de Dries Vanthoor e Charles Weerts, à geral, e pelo Ferrari 488 GT3 de Louis Machiels e Andrea Bertolini, na classe Pro-Am. O Mercedes-AMG GT3 de Luca Stolz, Maro Engel venceu a segunda prova à geral.

A etapa seguinte do GT World Challenge Europe disputa-se entre os próximos dias 28 e 30 de Maio em Paul Ricard, e contará para a Endurance Cup.