Notícias do Mundo Motorizado

Tiago Reis abandonou Baja ACP depois de acidente

Foi já perto do final do Setor Seletivo 1 da Baja TT ACP que Tiago Reis e Valter Cardoso sofreram um acidente violento e abandonaram a prova, segunda do calendário do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT).

«Quero antes de mais agradecer a preocupação das muitas pessoas que procuraram inteira-se de saúde depois do violento despiste que tivemos nesta Baja ACP. Estávamos a fazer uma boa prova e não contávamos com a vala que ali encontramos, assinalada como «Perigo 2» no roadbook, e por isso atacamos a passagem a uma velocidade ‘normal’ para um obstáculo dessa natureza mas a armadilha revelou-se mais perigosa que o assinalado, e não tivemos como evitar o acidente.» começou por descrever o piloto de Famalicão. «Infelizmente para nós ficamos ali, mas outros pilotos tiveram também problemas, porque estamos convictos que a zona não estava devidamente sinalizada. Em todas as provas a Associação de Pilotos de Todo-o-Terreno nomeia um navegador para análise do roadbook e isso voltou a acontecer, mas também aconteceu de a organização ter realizado alterações de última hora e não o navegador ter passado passou no local»».

O momento do acidente foi postado nas redes sociais oficiais da Baja ACP e é visível a preocupação de um marshall da corrida, talvez por já antes os pilotos que antecederam a passagem de Tiago Reis terem tido o mesmo problema. «Não nos parece que estivesse bem assinalado no roadbook e também não tínhamos campo de visão para ver o sinal do marshall de pista.  diz Tiago Reis.

Pela violência do embate, piloto e navegador foram transportados ao hospital, mas ainda ontem saíram da unidade hospitalar sem mazelas graves. «Agradecemos a quem nos assistiu, mas lamentamos que o registo do acidente, que demonstra a sua violência, tenha sido partilhado nas redes sociais da Baja, sem antes se inteirarem ou comunicarem na publicação feita, sobre o nosso estado de saúde. A forma como o fizeram deixou em sobressalto as nossas famílias e amigos, e não vale tudo a pretexto de um click». Por fim Tiago Reis deixou um alerta. «Nós pilotos somos muito competitivos e no desporto automóvel sabemos do risco inerente ao próprio desporto.  Mas compete a todos ser preventivos e temos alertado por diversas vezes para o maior rigor com as questões de segurança, a bem de todos». O piloto deixou um agradecimento final «a todos, mas em especial à minha família e à equipa, que foram incansáveis», revelando que voltará em breve «com a mesma ambição».