Notícias do Mundo Motorizado

Vitória espectacular de Filipe Albuquerque em Watkins Glen

Filipe Albuquerque venceu de forma ímpar a sexta jornada do da tabela. O piloto português saiu da segunda posição da grelha, passou para o comando da prova logo depois. Uma estratégia menos adequada, fez a dupla do Acura da Wayne Taylor Racing cair posições. Mas na parte final da prova, o piloto de Coimbra esteve irrepreensível, fez uma ultrapassagem imprópria para cardíacos e recuperou o primeiro lugar. Posição que não mais largou até à bandeira xadrez.

No final, Filipe estava muito feliz pela vitória e por assumir a liderança do Campeonato juntamente com Ricky Taylor: “Foi uma corrida que não vou esquecer. Consegui no arranque passar para a liderança e ficámos nessa posição durante bastante tempo. Mas depois a estratégia adoptada não foi a melhor e chegámos a rodar em terceiro. Entretanto começou a chover, houve bandeira vermelha quando estávamos em segundo lugar. Faltavam apenas 20 minutos para o final quando a prova recomeçou. Sabia que era o tudo ou nada. Tinha de passar para primeiro. A realidade é que estava muito confiante e ciente que só teria uma oportunidade para assumir o comando. Arrisquei tudo, ultrapassei por fora e saiu tudo na perfeição. Estava em primeiro novamente. E foi uma sensação brutal”, começou por explicar o piloto luso.

Depois foi uma gestão difícil de conseguir até ao final: “Tinha indicação da equipa que precisava poupar gasolina, mas tinha de me manter na frente. Foi uma loucura. Depois a dobrar um adversário, ele não me viu e empurrou-me para o ‘rail’, o carro ficou em mau estado, o volante torto, mas mesmo assim consegui levar o Acura até ao final. Hoje tivemos aquela corrida em que tudo acaba bem e não poderíamos estar mais gratos por isso. Agora é manter este registo nas próximas”, concluiu.

E a próxima corrida acontecer já no próximo fim-de-semana no Canadá.

IMSA, WeatherTech Raceway Laguna Seca, Salinas, CA,