Notícias do Mundo Motorizado

Miguel Cristóvão conquistou títulos pelo 4º ano consecutivo

Em 2022, Miguel Cristóvão conquistou títulos pelo quarto ano consecutivo, sagrando-se Campeão de Portugal, tendo ainda lançado bases para a temporada de 2023, quando espera dar um salto na sua carreira

Esta temporada, depois de quatro anos, centraste a tua temporada no nosso país. Como foi voltar a correr num campeonato português?
Miguel Cristóvão: A experiência foi boa, dado que gosto muito dos circuitos portugueses e a competição foi bem organizada e muito competitiva. No entanto, o campeonato não se disputou apenas em Portugal, tendo também corridas em Espanha com pilotos de vários países, o que tornou a experiência mais rica e competitiva. O nível do Campeonato de Portugal de Velocidade/Iberian Supercars foi muito elevado, o que deu ainda mais valor ao título e às vitórias que conquistámos.
 
Com dois títulos no bolso, tiveste, seguramente, diversos momentos altos ao longo da temporada. Mas qual destacas?
Miguel Cristóvão: Eu escolheria a vitória à geral à chuva no Estoril com o McLaren 570S GT4 no último fim-de-semana da época. Depois dos muitos azares que tivemos ao longo do ano, não foi possível decidir o título mais cedo e essa vitória, assegurada em condições muito difíceis, foi o xeque-mate para conquistarmos o Campeonato.
 
Conquistaste o título GT4 Bronze no Campeonato de Portugal de Velocidade e no Iberian Supercars e ainda participaste em duas provas do European Le Mans Series. Tiveste momentos mais difíceis, assim como grandes sucessos. Que balanço fazes da tua época?
Miguel Cristóvão: Apesar das dificuldades que tivemos, conseguimos superá-las e tornar o projeto GT4 vencedor. Queríamos lutar por vitórias à geral, o que conseguimos, e temos ainda dois títulos para acrescentar ao currículo. Para além disso, as duas provas do European Le Mans Series, em Spa-Francorchamps e no Algarve, com o Ligier JS P320 da Eurointernational permitiram-me estrear numa competição do mais alto nível, tendo conseguido apresentar um ritmo muito competitivo.
Face a tudo isto, só posso fazer um balanço muito positivo.
 
Depois de teres conquistado títulos pelo quarto ano consecutivo, quais são os teus planos para futuro?
Miguel Cristóvão: Tenho vindo a manter um excelente momento da minha carreira, com diversos ceptros internacionais conquistados nas últimas temporadas. Tenho vindo a trabalhar para poder estar num nível competitivo elevado e poder ascender às European Le Mans Series. Estou confiante de que estou no patamar que me pode permitir aceder a esta competição e creio que estão reunidas as condições para poder dar este salto.