Notícias do Mundo Motorizado

Uma dupla de peso no BRX Team: Roma e Loeb

Ainda não há imagens da versão final do BRX T1. Mas cresce a expectativa quanto ao veículo que a Prodrive tem vindo a desenvolver, para se estrear na próxima edição do Rali Dakar. David Richards, o patrão do Bahrain Raid Xtreme está determinado que a estreia da sua nova equipa vai ser marcante. E para defender esse objectivo, conta com uma dupla de peso: Nani Roma, que já tinha sido anunciado como piloto, e Sébastien Loeb, que acabou de assinar pela equipa. O espanhol, que é um dos três únicos pilotos que venceu em motos e automóveis, participará pela 25ª vez no ‘Dakar’. Por seu lado, Loeb regressa pela quarta vez, para perseguir o triunfo que ainda lhe falta…

A expectativa quanto à estreia desta nova formação é cada vez maior. Porque embora se trata de uma nova equipa, a BRX está longe de ser composta por principiantes. Bem pelo contrário. Começando pelo ‘boss’: David Richards. O criador da Prodrive orgulha-se por ter conseguido resultados como poucos. Em cerca de 1200 participações das equipas que dirigiu ao longo dos anos, mais de 300 resultaram em vitórias. Também não lhe faltam títulos, ao mais alto nível, em todas as categorias desde os ralis, nomeadamente no WRX, onde conquistou seis campeonatos, e até nas 24 Horas de Le Mans, que venceu por cinco vezes. Não foi tão alto na Fórmula 1, mas recolheu uma importante experiência. Falta, contudo, a presença em competições de todo terreno.

Para colmatar essa lacuna, na sua extensa carreira, David Richard associou-se a um fundo de investimento do Bahrain, o Mumtalakat’s, para criar o Bahrain Raid Xtreme. Este nova companhia começou no ano passado a trabalhar para um primeiro objectivo: participar no Rali Dakar 2021. A contagem decrescente para a estreia já começou. E enquanto aguardamos pela apresentação do veículo desenhado por IamCallum, o BRX T1, já conhecemos os pilotos, uma verdadeira dupla de peso.

Mistério quanto ao BRX T1 será desvendado em breve

A escolha por Nani Roma e Sébastien Loeb demonstra que a Bahrain Raid Xtreme quer alinhar logo à partida com uma dupla de pilotos experientes e, acima de tudo, capazes de imprimir um andamento forte. Porque David Richard assegura que “se não discutirmos a vitória no próximo ‘Dakar’, ficarei bastante desapontado”.

Para o conseguir, o britânico não confia apenas nos pilotos que escolheu, pois sabe que não basta contar com uma dupla de peso. Confia profundamente no veículo que tem vindo a construir, com chassis tubular, suspensão independente nas quatro rodas, de elevado curso e tracção integral permanente. O BRX T1, como se designa, mede 4,5 metros de comprimento e é animado por um motor a gasolina V6 de 3,5 litros biturbo, que anuncia 400 cv de potência e 700 Nm de binário máximo. Nada de impressionante, se considerarmos a quantidade de SUVs de série que indicam valores a este nível. Mas ganhará, com certeza, a todos os modelos de série, ou não seja um puro carro de competição, com um peso total de 1850 quilos, o limite mínimo admitido pelo regulamento.

“Quando o BRX T1 alinhar à partida do Rali Dakar, já teremos percorrido largos milhares de quilómetros em testes de desenvolvimento”, afirma David Richard. O patrão da BRX acrescenta, a propósito dos ensaios com o seu novo carro, que “têm fornecido as indicações que necessitamos para estarmos confiantes quanto a este projecto”. A apresentação da equipa deverá ocorrer ainda em Outubro; nessa altura, conheceremos, finalmente, as linhas do BRX T1.

Texto: Alexandre Correia Fotos: D.R.