Notícias do Mundo Motorizado

Ford transforma motores a gasolina do Mondeo em híbridos completos

A Ford transformou 100% da produção de motores a gasolina do Mondeo em sistemas híbridos completos, tal como a empresa anunciou hoje.

O Mondeo Hybrid oferece a possibilidade de conduzir em modo puramente elétrico, sem que os utilizadores tenham de carregar a bateria através de fontes de energia externas. A tecnologia híbrida completa é uma das soluções que ajudam os clientes da Ford a avançar com confiança para a eletrificação, e pode ser especialmente benéfica para os condutores que querem aumentar a eficiência do consumo de combustível mas não dispõem de um ponto de carregamento elétrico em casa ou no trabalho.

Durante os primeiros sete meses deste ano, a versão híbrida aumentou a sua quota em cerca de 25% nos registos europeus, em comparação com o total de 2019, atingindo mais de um terço do total de vendas do Mondeo.

Utilizando os mesmos parâmetros comparativos, o Mondeo Hybrid cresceu em popularidade mais de 50% no Reino Unido, e mais de 40% em Itália, onde 75% dos compradores do Mondeo escolheram a versão Hybrid durante os primeiros sete meses de 2020.

No ano passado, a Ford expandiu a linha de produção do Mondeo Hybrid para incluir a carroçaria wagon, bem como o Mondeo Hybrid ST-Line, com o estilo desportivo único Ford Performace, a elegante versão Titanium e o exclusivo Vignale. Os clientes do Mondeo com carroçaria de quatro portas ou familiar terão agora a possibilidade de escolher entre o eficiente motor híbrido completo ou o diesel EcoBlue 2.0.

“A mudança para uma produção 100% híbrido completo na nossa linha de produção do Mondeo a gasolina é outro passo importante na viagem da Ford rumo à eletrificação”, disse Roelant de Waard, Vice-Presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford Europa. “Para clientes que conduzem menos de 20.000 km por ano, o nosso Mondeo Hybrid é uma escolha inteligente, oferecendo um desempenho ainda melhor do que o gasóleo, e conduzindo em modo elétrico sem medo da autonomia ou da necessidade de carregamento”.

Um passo rumo ao futuro

O Mondeo Hybrid combina um motor de combustão especialmente desenvolvido – um bloco de gasolina Atkinson de 2,0 litros – com um motor elétrico, um gerador e uma bateria de iões de lítio de 1,4 kWh, graças ao qual oferece a autonomia e liberdade de um motor de combustão tradicional, juntamente com a eficiência e refinamento de um motor elétrico.

A tecnologia de travagem regenerativa é capaz de captar até 90 por cento da energia normalmente perdida durante a travagem e serve para recarregar a bateria do veículo. O motor elétrico permite que o Mondeo Hybrid tenha um arranque silencioso e refinado, especialmente em situações de condução urbana e em situações de pára-arranque contínuo, e serve de apoio ao motor a gasolina para otimizar a eficiência de combustível e reduzir as emissões de CO2.

Uma transmissão automática de potência repartida, desenvolvida pela Ford, ajusta de forma contínua e eficaz o binário do motor, proporcionando uma resposta linear e suave à aceleração para uma experiência de condução mais refinada.

A interface SmartGauge, que serve para monitorizar o consumo de combustível e energia, também incorpora o sistema Break Coach, que encoraja estilos de condução que ajudam a recuperar a energia da bateria. Estas tecnologias são também uma ajuda aos condutores que estão a evoluir para veículos 100% elétricos no futuro.

O Mondeo Hybrid é produzido na fábrica da Ford, em Valência, onde a marca também fabricará as variantes híbridas completas do S-MAX e Galaxy a partir do início do próximo ano.

No final de 2021, a Ford já terá apresentado 17 novos veículos eletrificados na Europa, e prevê que no final de 2022 a sua gama eletrificada represente mais de 50% das vendas totais da empresa no Velho Continente, ultrapassando as matriculações combinadas de modelos com motores tradicionais a gasóleo e a gasolina.