Notícias do Mundo Motorizado

Carlos Vieira com estreia agridoce na GT3 Cup

Carlos Vieira, Campeão Nacional de Velocidade e Campeão Nacional de Ralis, está de regresso às corridas de GT competindo com um Porsche 911 GT3 Cup na nova competição GT3 CUP. A primeira jornada disputou-se este fim de semana incluída no ANPAC Racing Weekend de Braga, realizado no Circuito de Braga.

Ao volante do Porsche 911 GT3 Cup com as cores da POCARGIL, Carlos Vieira alardeou a sua classe ao dominar de forma clara as duas sessões de qualificação disputadas no dia de ontem. Foi, assim, com redobrada confiança que o piloto Campeão Nacional de Velocidade e de Ralis encarou as suas corridas disputadas este domingo.

Carlos Vieira saiu na frente da primeira corrida, marcada pelo encharcado piso do Circuito de Braga, e manteve sem grandes dificuldades a liderança da prova face a adversários de grande valia. Subitamente, o piloto do Porsche com as cores da POCARGIL viu a eletrónica do 911 GT3 Cup começar a falhar. Ainda passou pelas boxes, mas acima das 4000 rpm as passagens de caixa não se faziam e o abandono foi inevitável.

Com a “pole position” para a segunda corrida e sem problemas no Porsche 911 GT3 Cup com as cores da POCARGIL, Carlos Vieira dominou da luz à bandeira esta segunda manga. Acabou com 10 segundos de vantagem para o segundo classificado. Uma corrida sem história para Carlos Vieira.

Acabou por ser um fim de semana de sabor agridoce para o Campeão de Portugal de Velocidade e de Ralis, cujo saldo da participação cifra-se num abandono e numa vitória sem contestação.

A próxima prova será no Autódromo Internacional do Algarve entre os dias 12 e 13 de junho.

Carlos Vieira – “O desporto automóvel é assim mesmo, não é justo. Fiz o meu trabalho com as duas ‘pole position’ e apesar da chuva, estava a dominar a primeira corrida até que a eletrónica decidiu colocar um ponto final a esse domínio atirando-me para o abandono. Naturalmente que sem problemas no 911 GT3 Cup com as cores da Pocargil, pude andar sem receios e acabei por vencer com relativa facilidade. Foi uma pena pois julgo que fiz mais que o suficiente para ganhar as duas corridas. O automobilismo é assim, vamos para a próxima prova com ainda mais confiança e desejo de vencer.”