Notícias do Mundo Motorizado

Rali Terras D’Aboboreira deixa dúvidas a Bruno Magalhães sobre o Hyundai i20 N

Os testes antes do Rali Terras D’Aboboreira (15 e 16 abril), terceira prova do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) e que também pontuará no European Rally Trophy-ERT Iberian Rally Trophy, não terão deixando Bruno Magalhães convencido a 100 por cento sobre a evolução do Hyundai i20 N Rally2 do Team Hyundai Portugal, apesar da colaboração de Dani Sordo, piloto da equipa oficial da marca sul coreana.

“Direi que a sessão de testes foi proveitosa e até adorei andar, numa experiência interessante, ao lado do Dani Sordo. Mas continuamos focados no nosso trabalho e nas nossas necessidades, tipo ‘fato à nossa medida’, porque cada um tem o seu estilo de condução…”, começou por adiantar o piloto do Team Hyundai Portugal, confessando alinhar na terceira prova da época, nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, com a determinação que o caracteriza:

“A minha motivação está sempre em alta, até porque encaro os ralis com muita alegria, dando o máximo para lutar pelas vitórias. Nas duas primeiras provas do ano os resultados não foram aqueles que gostaria, mas a nossa ambição agora é dar um passo em frente e discutir o primeiro lugar”.

Bruno Magalhães contabiliza um segundo e um terceiro lugares, o que se traduz na segunda posição da tabela classificativa do Campeonato de Portugal de Ralis, a 14 pontos do líder Armindo Araújo.

“Temos que trabalhar para ter o carro cada vez mais competitivo e ser mais fortes para não deixar o Armindo fugir. Na parte final do Rali dos Açores estive a 30 e depois a 11 segundos de diferença dele, só que tive problemas e não foi possível lutar até ao fim, mas aguentar a posição que ocupava para assegurar pontos”.